Dica do Nutricionista

Nutricionista faz alerta quanto ao uso de painço para emagrecer

Por Redação Doutíssima 14/08/2015

Promessas milagrosas de emagrecimento circulam todos os dias pela internet. No entanto, é preciso ter muito cuidado com esse produtos que prometem uma nova relação com o espelho. É o caso do painço, originalmente indicado para a alimentação de aves.

 

Atualmente, ele tem sido indicado em dietas para perda de peso. Será que é o mais adequado? A nutricionista Eleonora Biasuz Machado afirma que não.

painco

Grão usado para alimentar aves não deve ser opção para a dieta das pessoas. Foto: iStock, Getty Images

Em meio a tantas dietas “da moda”, o painço promete resolver não somente problemas ligados à parte estética, mas também ajudar na prevenção ou combate a doenças. E essa é uma questão que preocupa bastante a nutricionista.  

“A variedade usada na alimentação das aves não deve ser a mesma para uso humano. Na verdade, não creio em tantas propriedades em um só alimento”, assegura.

Promessas do painço

“Atualmente, o foco se volta para o painço, grão até então destinado a alimentação das aves. As promessas dadas a esse alimento são as mais variadas, com o princípio de emagrecimento, proteção contra o câncer de mama, envelhecimento precoce, ação energizante, além de sua composição química, como boa fonte de carboidratos”, afirma a nutricionista.

De acordo com Eleonora, o grão ainda tem sido indicado, erroneamente, para pessoas que sofrem de doença celíaca, já que não tem glúten e é fonte proteínas, aminoácidos, fibras, triptofano (responsável pela sensação de bem-estar) e outros.

“Diversas pesquisas apontam os benefícios de uma dieta baseada em grãos integrais, a fim de evitar as doenças cardiovasculares, diabetes, obesidade e morte prematura. Contudo, não podemos nos guiar somente a um único alimento como fonte milagrosa para tantos males”, comenta Eleonora.

Painço e o pão ázimo

No que se refere ao painço, ela ressalta que esse pequeno grão é originário da região da Etiópia, sendo mencionado na bíblia como um dos ingredientes do famoso pão ázimo. Por isso, segundo a nutricionista, vale ressaltar que a variedade do painço usada na alimentação das aves não deve ser a mesma consumida por humanos.

“Portanto, é preciso ter muita cautela antes de fazer uso de qualquer alimento que venha a surgir com tais promessas”, afirma.

De acordo com Eleonora, uma dieta balanceada, pobre em gorduras e rica em fibras, com um consumo moderado de açúcares e o frequente consumo de frutas e verduras, deve fazer parte da rotina diária de todos os indivíduos que buscam a qualidade da saúde e as pazes com a balança.

O nutricionista e o nutrólogo são os profissionais mais indicados para orientar sobre o consumo de alimentos de forma correta e saudável. As pessoas, muitas vezes, têm necessidades específicas e precisam de orientação individual quando se trata da alimentação.

O perfil, estilo de vida e principalmente o quadro geral da saúde, precisam estar em harmonia com o que vai à mesa, garantindo bem-estar e qualidade de vida. Por isso, diante de qualquer dúvida em relação à dieta, o mais indicado é procurar o profissional qualificado.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros