Filhos

Fique atento na hora de comprar brinquedos para as crianças

Por Redação Doutíssima 25/08/2015

Brinquedos são itens importantes no desenvolvimento e na forma como a criança se relaciona com o mundo. É por meio das brincadeiras que ela trabalha diversas habilidades. Diante desses benefícios, os pais precisam estar atentos e comprar brinquedos que garantam não só a evolução dos pequenos como também a sua segurança.

 

Segundo a educadora Thais Pozenato, através das brincadeiras a criança começa a se socializar, desenvolver a coordenação motora e aprender sobre responsabilidades da vida. “Brincar é umas das melhores formas de estimular o desenvolvimento, a criatividade e o potencial de uma criança”, argumenta a educadora.

comprar brinquedos

Para evitar acidentes, os brinquedos precisam ser adequados à idade da criança. Foto: iStock, Getty Images

 

Cuidados ao comprar brinquedos

Na hora de comprar os brinquedos, é muito importante que os pais fiquem atentos aos detalhes do objeto. Peças muito pequenas, que a criança possa engolir, ou os que apresentem rachaduras e podem rasgar a pele do bebê devem ser descartados.

Queda e engasgo são os principais responsáveis pelas lesões e mortes relacionadas com brinquedos, segundo alguns estudos, que apontam como causa principal de engasgo os balões de látex.

Bebês de até três anos estão mais propensos a se engasgar do que as crianças maiores, porque tendem a colocar pequenas coisas na boca. No entanto, as mais velhas também estão em risco, pois podem se engasgar com bexigas e sacos plásticos. Então, na hora de comprar brinquedos, evite esse tipo e pense em peças mais úteis e menos perigosas.

Sempre confira a manutenção dos brinquedos que possam estar quebrados ou muito velhos. Eles apresentam sérios riscos de machucar a criança. Observe se não têm pontas afiadas e arestas como dardos e flechas.

Antes de comprar brinquedos, verifique se eles têm o selo do Isntituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). O selo é a garantia de que o produto passou por testes que comprovam sua segurança e qualidade. E não deixe de verificar se os materiais utilizados na fabricação dos brinquedos são atóxicos.

Idade é fator importante ao comprar brinquedos

Quando for comprar brinquedos, preste atenção à idade indicada. Chocalhos, brinquedos musicais, mordedores, brinquedos de berço, móbiles, livrinhos de pano ou plástico, bolas com texturas diferentes para serem agarradas com as duas mãos são indicados para crianças de até cinco anos.

Entre os seis meses e um ano, os mais indicados são brinquedos flutuantes, como patinhos de borracha, cubos que tenham guizos embutidos ou ilustrações, caixas ou brinquedos que se encaixam uns dentro dos outros, argolas empilháveis, brinquedos de empilhar e desmontar.  

Nessa fase também podem ser utilizados brinquedos eletrônicos de aprendizado, mesa pequena com cadeirinhas na altura em que o bebê possa alcançar os pés corretamente no chão, telefone de brinquedo, espelhos, peças que emitem sons por meio de botões de apertar, girar ou empurrar.

Entre um e dois anos, a criança pode brincar com brinquedos de variadas texturas, que estimulam os sentidos da visão, da audição e do tato.

Por fim, bonecas de tecido e bichos de pelúcia feitos de materiais atóxicos, livros e álbuns de fotografia com ilustrações dos familiares e objetos conhecidos, brinquedos de empurrar ou puxar ou de montar e desmontar são algumas opções. Eles devem ter cores vivas e não podem ser tóxicos.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros