Quando você descobre que está grávida, uma das primeiras dúvidas está relacionada à data de nascimento do bebê. É importante sabê-la porque várias decisões baseiam-se nessa estimativa. Muitas vezes é a partir dela que você define quando começa a licença-maternidade ou decide se deve induzir o parto ou fazer exames adicionais.

 

Como calcular a data de nascimento do bebê

É importante saber que o cálculo da data de nascimento do bebê é uma estimativa e não um cálculo preciso. Poucas mulheres conseguem precisar quando o bebê foi concebido e, além disso, nem toda gravidez dura a mesma quantidade de tempo.

data de nascimento istock getty images doutíssima
Futuras mamães precisam saber que nem toda gravidez dura a mesma quantidade de tempo. Foto: iStock, Getty Images

Há duas principais formas de fazer essa estimativa: determinação da idade do feto em exame de ultrassom e a partir da data de vencimento do último período menstrual. Nesse último caso leva-se em conta o início da gravidez, sendo calculado a partir da data de início do último período menstrual ou primeiro dia do ciclo – usando-se a medida de semanas de gestação.

 

Basta contar a partir do primeiro dia do seu ciclo e incluir 40 semanas de gestação que você terá uma ideia do grande dia. Lembre-se que esse cálculo é resultado de uma estimativa e que o bebê virá somente quando estiver pronto.

 

É importante consultar um médico para maior precisão. Além disso, não se frustre caso o cálculo não corresponda à realidade. Um estudo realizado pelo National Institute of Environmental Health Science dos Estados Unidos descobriu que o tempo de gravidez pode variar cerca de cinco semanas.

 

10 meses da gravidez?

Você fez os cálculos e os nove meses não fecharam? Pois saiba que você não é a única. Muitas pessoas ficam confusas porque 40 semanas de gestação não correspondem a nove meses, e sim 10. Acontece que quando se trata de gravidez a matemática não é tão exata quanto se pensa – alguns fatores biológicos devem ser levados em conta.

 

O que ocorre é que para o cálculo da data de nascimento leva-se em conta o calendário lunar – não o gregoriano, com o qual nos acostumamos no dia a dia. No calendário lunar um mês possui 29,53059 e, de posse dessa informação, basta refazer os cálculos e confirmar que a gestação realmente dura mais ou menos nove meses.

 

Conhecer esse tempo é muito importante para acompanhar o desenvolvimento do bebê, principalmente se você gostaria de ter um parto natural. Além disso, quando a data de nascimento se aproxima as mães podem começar a se preparar para a tão esperada chegada. Essa também é uma boa forma para saber se já passou da hora e eventualmente buscar formas de induzir o parto – é claro que isso apenas se o seu médico achar conveniente.

 

Vale lembrar que a maneira mais eficaz de prever qual é o seu tempo de gestação e em que período o bebê estará pronto para nascer é através da realização de exames, como o ultrassom. É importante fazê-los na frequência indicada por seu médico, já que o método é capaz de verificar o desenvolvimento do feto como um todo – inclusive prevendo eventuais complicações.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!