[the_ad_group id="16401"]
Vitaminas

Conheça os benefícios do repolho roxo e saiba como preparar

Por Redação Doutíssima 12/12/2015

O repolho roxo faz parte da família das Brassecaceas, é originário do Mediterrâneo e pode ser cozido, refogado ou servido cru, em saladas. Essa hortaliça foi introduzida no Brasil pelos imigrantes alemães no sul do País.

repolho-roxo-doutissima-istock-getty-images

Repolho ajuda, entre outras coisas, na digestão e na limpeza do sangue. Foto: iStock, Getty Images

Repolho roxo e o Mal de Alzheimer

A cor vibrante do repolho roxo se dá através de substâncias conhecidas como antocianinas, que fazem parte do grupo dos flavonoides. De acordo com um estudo realizada pela Universidade de Santa Maria (UFSM), a administração dessa substância é capaz de reverter altos níveis de ansiedade e déficit de memória, presentes em portadores do Mal de Alzheimer.

Esse alimento também é fonte de vitamina A, que ajuda a evitar infecções e é necessária para a visão, principalmente para prevenir a cegueira noturna. 

O repolho ajuda também na digestão e na limpeza do sangue, além de conter vitamina C, que age contra gripes, resfriados, pneumonia e anemia. Essa hortaliça é recomendada para quem deseja manter a dieta balanceada, pois apresenta poucas calorias.

Características do repolho roxo

Com esses inúmeros benefícios é difícil não querer incluí-lo na dieta. Vamos aprender a inseri-lo na rotina alimentar?

Existem duas espécies de repolho. Um apresenta folhas crespas ou enrugadas e outro tem folhas lisas. 

Que tal aprender a preparar a receita de charutinho de repolho?

Ingredientes:

– 1 repolho roxo grande

– 700 g de carne moída

– 3 xícaras de arroz (cru)

– Cebola (picada)

– Alho (picado)

– Pimenta (picada)

– Caldo de carne em pó

– Sal a gosto

– 1 lata de extrato de tomate

– 4 xícaras de água

Modo de preparo:

Retire o talo do repolho para separar as folhas. Cozinhe em água fervente as folhas do repolho. Reserve. Cozinhe o arroz, a carne moída, a cebola, o alho, o caldo de carne e o sal. Misture. Reserve.

Retire as folhas que foram cozidas e coloque a mistura composta por arroz e os outros ingredientes e comece a enrolar os charutinhos. Você pode fechar os charutinhos com palito de dente.

Agora que estão todos enrolados, coloque um ao lado do outro na panela e cubra com água. Lembre-se de não colocar um charuto sobre o outro. Deixe cozinha por mais 30 minutos. Sirva logo em seguida. Bom apetite!

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]