[the_ad_group id="16401"]
Esporte > Fitness

Esperança de medalha no boxe, Everton Lopes está fora do Rio 2016

Por Redação Fortíssima 19/02/2016

Grande promessa de medalha para o boxe olímpico brasileiro, Everton Lopes anunciou sua saída do esporte amador. Com a profissionalização, neste ano, sua participação nos jogos não é mais permitida.

Everton Lopes está na história do boxe brasileiro

Nascido em Salvador, em 8 de agosto de 1988, esse boxeador baiano de 27 anos já está na história do boxe brasileiro. Foi o primeiro a conquistar um título mundial de boxe amador masculino para o Brasil, coroando uma trajetória ascendente de sucesso que vinha desde 2007.

No Pan-Americano do Rio, naquele ano, o brasileiro ficou com a medalha de prata. Disputando na categoria peso leve, Everton Lopes deixou para trás lutadores da República Dominicana, Canadá e Porto Rico, mas não conseguiu bater na final o cubano Yordenis Ugás – e perdeu por 21 a 8.

Em 2008, ele foi um dos representantes brasileiros nos Jogos Olímpicos de Pequim, mas não conseguiu repetir o sucesso do ano anterior. Caiu já na primeira fase para Asylbek Talabaev, do Quirguistão, disputando na categoria peso leve.

Mas em 2011 veio seu grande momento no boxe amador. Ele foi medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara e, na sequência, faturou o ouro no Campeonato Mundial no Azerbaijão.

Ele ainda disputou os Jogos Olímpicos de Londres em 2012, mas foi eliminado pelo cubano Roniel Iglesias – que já havia sido seu carrasco nas semifinais do Pan de Guadalajara. Conquistou em 2013 ainda mais uma medalha no Campeonato Mundial, com bronze na competição realizada no Cazaquistão.

Em 2015, o boxeador resolveu se profissionalizar e assinou contrato com a Golden Boy Promotions. Com a decisão, ele acabou abrindo mão de disputar os Jogos Olímpicos do Rio, já que participam das Olimpíadas apenas boxeadores da Associação Internacional de Boxe Amador.

A falta de patrocínio e apoio ao boxe amador foram duas das razões elencadas para sua decisão. E nessa nova fase de sua vida profissional, Everton Lopes continua fazendo bonito. Até o momento, ele disputou quatro lutas e obteve quatro vitórias – uma delas por “knockout”.

Everton Lopes fora das Olimpíadas do Rio

Busca por profissionalização afastou Everton Lopes das Olimpíadas. Reprodução, Facebook

Quem pode disputar o boxe olímpico?

Para muitas pessoas, parece estranho um boxeador multicampeão e medalhista como o baiano Everton Lopes não ter a possibilidade de disputar os Jogos Olímpicos em sua própria casa. Acontece que quem define as regras de classificação para a disputa são as federações internacionais das respectivas modalidades.

Quando se trata de boxe, essa definição fica a cargo da Associação Internacional de Boxe Amador (AIBA). Pouco tempo atrás, não era permitido que boxeadores profissionais disputassem os Jogos Olímpicos, mas considerando a perda de interesse que isso estava ocasionando a AIBA resolveu mudar as regras para 2016.

Paralelamente, foi criada uma associação de boxeadores profissionais, que recebem salários e todas outras vantagens. Acontece que essa associação continua vinculada a AIBA, e apenas quem faz parte dela pode se credenciar como profissional para o Rio2016. E esse não é o caso de Everton Lopes, que assinou contrato profissional com uma promotora americana.

O Brasil terá cinco vagas para o boxe masculino no Rio2016, uma delas já ocupada pelo boxeador Robson Conceição.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]