[the_ad_group id="16401"]
Amor e Sexo > Relacionamento

Mulheres independentes: como ter independência mesmo namorando

Por Redação Fortíssima 28/03/2016

Conseguir manter a individualidade e não deixar que o relacionamento ocupe todo o tempo da rotina nem sempre é uma tarefa fácil. Muitas pessoas se tornam dependentes uma da outra e o namoro acaba se desgastando. Mas mulheres independentes mostram que é possível encontrar o caminho para manter uma vida além da relação.

Segundo dados do IBGE, 43% das brasileiras trabalham fora, a diferença entre os salários do homem e da mulher é cada vez menor e elas já ocupam metade dos postos que exigem maior escolaridade. Apesar de a independência financeira ser importante para o mundo feminino, aprender a lidar com os sentimentos também é importante – e exige maturidade.  

mulheres independentes

Aceitar a responsabilidade pelas suas escolhas e buscar o que quer ajuda na independência. Foto: iStock, Getty Images

Mulheres independentes no relacionamento

Mas afinal, o que quer dizer ser uma mulher independente? É quando você aceita a responsabilidade pela sua vida, assumindo que você está onde está por conta de suas escolhas e decisões.

Saber o que quer, onde quer chegar e correr atrás disso também são características do perfil da mulher moderna, que entende o quanto é preciso lutar e valoriza seu suor. A independência ainda reflete na autoconfiança e a autoestima.

No relacionamento não é diferente. A mulher precisa tomar as próprias decisões, mostrando suas opiniões e vontades. É claro que é preciso ceder às vezes, mas isso deve acontecer de ambos os lados.

Geralmente, é sempre ela quem abre mão para satisfazer as vontades do outro, mas uma relação saudável e com independência deve ser baseada em dar e também em receber – seja amor, prazer ou companheirismo.

Como ser mais independente

A principal característica das mulheres independentes é não deixar de fazer o que gosta quando está em um relacionamento. Abrir mão de sair só com as amigas, abandonar planos e deixar sonhos de lado faz com que a mulher perca a identidade e, aos poucos, deixe de ser quem ela.

É saudável para o relacionamento que tanto a mulher quanto o homem façam atividades separados, tendo um tempo para si próprios. Seja para estudar, jogar futebol com os amigos ou apenas ficar sozinha para ler e fazer o que gosta.

Outra dica importante para ser uma das mulheres independentes é não deixar de se cuidar. Uma mulher com baixa autoestima se torna dependente do parceiro e, muitas vezes, acaba permanecendo em um relacionamento abusivo por ter medo de não encontrar outra pessoa que goste dela.

Por isso, é muito importante ter amor próprio e não deixar que os outros subestimem ou inferiorizem você. Apesar do caminho ainda ser longo, cada vez mais as pessoas aprendem a conviver com a confiança e o sucesso das mulheresO primeiro passo para chegar lá é entender que um relacionamento não é a sua vida, mas sim parte dela. 

E você, entra no grupo de mulheres independentes? Deixe um comentário! E não esqueça de compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]