[the_ad_group id="16401"]
Especialidades > Saúde

Prevenção da dengue: a arma mais eficaz contra a doença

Por Redação Fortíssima 06/04/2016

Estar de olho na prevenção da dengue é tarefa de todos. Mas você realmente toma todos os cuidados necessários? Essa é a melhor forma de evitar que o Aedes aegypti se prolifere e faça novas vítimas. Vale lembrar que a atenção não é apenas com a água parada. 

Características da dengue

A dengue é uma infecção viral transmitida por mosquitos do tipo Aedes aegypti. Tipicamente, a doença ocorre em áreas que têm combinação de climas quente e úmido, sendo a picada mais comum durante o dia, especialmente nas primeiras horas após o nascer do sol.  

O aedes se reproduz dentro e fora de casa, em recipientes de água parada e raramente voa para além de 200 metros do local de reproduçãoJustamente por isso, é fundamental prevenir e acabar com todos os focos do mosquito.

Como se sabe, o mosquito também é capaz de transmitir outras doenças, como zika vírus e febre chikungunya. Segundo informações do Ministério da Saúde, apenas nos primeiros meses de 2016 foram registrados 396.582 casos prováveis de dengue no Brasil.

prevenção da dengue com repelente

A aplicação de repelente ajuda a evitar a picada do mosquito. Foto: iStock, Getty Images

Repelente é aliado na prevenção da dengue

A melhor forma de prevenir essa doença é manter alguns cuidados diários, tanto para acabar com o mosquito transmissor quanto para evitar uma possível picada. O repelente, por exemplo, é uma ótima alternativa.

É aconselhável que ele seja aplicado em todas as áreas expostas do corpo. Embora menos comum nessa parte do dia, recomenda-se a aplicação também durante a noite. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, os repelentes eficazes para adultos são os a base de Icaridina 20-25%, DEET 10-15% e IR3535 – com aplicação três vezes ao dia.

Já para as crianças entre seis meses e dois anos de idade, o IR3535, usado uma vez ao dia, é o mais aconselhável. Crianças mais velhas podem valer-se do IR3535, Icaridina 20-25% e DEET infantil 6-9% por até duas vezes ao dia.

Além do repelente, outras medidas complementares ajudam na prevenção da dengue:

  • Vire baldes e potes vazios, para que eles não acumulem excesso de água. Se o recipiente que contém a água não pode ser esvaziado, lembre-se de cobri-lo bem quando não estiver em uso
  • Use mangas compridas e calças para proteção adicional
  • Certifique-se de manter telas em janelas e portas
  • Coloque mosquiteiro nos quartos, principalmente para crianças pequenas, que costumam dormir durante o dia, já que a chance de picada de mosquito é alta nesse período
  • Tome precauções extras para evitar mosquitos que possam picar os demais membros da família, caso tenha suspeita que alguém em sua casa tenha contraído a doença.

E você, como costuma fazer a prevenção da dengue? Compartilhe conosco! Também aproveite para tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]