[the_ad_group id="16401"]
Bem-Estar > Motivação

Está com tempo livre? Entre para o voluntariado

Por Redação Fortíssima 12/04/2016

Há muitas pessoas, instituições de caridade, organizações e hospitais que podem se beneficiar do seu apoio. Existem boas evidências de que o voluntariado traz benefícios tanto para quem o pratica quanto para quem o recebe. Se você tem disponibilidade para ajudar e não sabe como, entenda como esse tipo de trabalho funciona.

voluntariado

O seu tempo livre pode ser muito precioso para quem precisa de ajuda. Foto: iStock, Getty Images

Como funciona o trabalho voluntário

Em primeiro lugar, você deve decidir em qual tipo de voluntariado gostaria de atuar. Pense sobre quais as atividades está disposto a desenvolver e quanto tempo é capaz de oferecer para isso.

Estudos sugerem que o voluntariado traz benefícios para a saúde dos voluntários e para as pessoas que eles ajudam. De acordo com uma pesquisa da University of Wales, do Reuno Unido, não se trata apenas de um ato de caridade – em muitos casos, o próprio voluntário é ajudado, às vezes tanto quanto o paciente.

Hospitais são um ótimo local para fazer esse tipo de atividade. Lá você será capaz de atuar ajudando em demandas de apoio a pacientes e familiares. Há ainda várias organizações que promovem entretenimento nesses locais, como contadores de histórias.

Outras frentes envolvem ainda prestar informações a pacientes em ambulatório, centro cirúrgico, leitos de hospital ou até organizar eventos. Se você tem um tempo livre e gostaria de fazer algo por outras pessoas, basta procurar uma instituição que tenha programas de voluntários.

Os requisitos para se tornar um voluntário podem variar de instituição para instituição. Geralmente, é necessário ter mais de 18 anos, tempo disponível para o trabalho e, em alguns casos, participar de treinamentos. Vale destacar que, como o próprio nome indica, esse tipo de atividade não é remunerada.

Procure hospitais da sua região e veja como funciona a seleção e o treinamento em cada um deles – já que nem todos processos são iguais. Com certeza eles irão oferecer informações e atividades que sejam compatíveis com sua disponibilidade e que farão a diferença.

Exemplos de voluntariado para você seguir

Um dos projetos mais famosos de voluntariado em hospitais é conhecido como Doutores da Alegria. Com o Programa de Palhaços Besteirologistas, eles já realizaram mais de um milhão de visitas a crianças hospitalizadas. O programa acontece de forma gratuita em hospitais públicos de São Paulo e Recife.

A Universidade Federal da Paraíba desenvolve projeto semelhante. Trata-se do PalhaSus, que mobiliza cerca de 40 palhaços entre bolsistas e voluntários. Eles levam alegria a crianças, adultos e idosos em situações de internação hospitalar e vulnerabilidade social.

Já em Santa Catarina, há o Doutores Risonhos. Os voluntários desse programa levam a alegria para crianças da ala de quimioterapia do Hospital Regional do Oeste e Hospital da Criança de Chapecó.

Essa é uma excelente alternativa para quem é extrovertido e gosta de fazer as pessoas gargalharem. Muitos desses projetos recebem voluntários e, inclusive, prestam apoio a quem deseja iniciar algo semelhante em sua própria região.

E aí, já pensou em entrar para o voluntariado? Deixe o seu comentário! Também aproveite para conhecer o Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]