Alguns tipos de queda capilar podem ser irreversíveis. Saiba mais sobre as alopecias cicatriciais e identifique os primeiros sintomas.

Atendi 2 pacientes que estavam em tratamento capilar por vários anos, porém sem sucesso. Depois que fiz a anamnese (momento em que o médico colhe todas as informaçōes importantes do paciente), comecei o exame físico que a princípio, nada me chamou atençāo para algo mais complexo. Continuei examinando, mas agora com o vídeodermatoscópico em māos.

 

alopecias
Alopecias pode variadas. Saiba mais sobre o assunto. Foto: iStock/GettyImages

 

Este aparelho que o dermatologista e/ou tricologista possui no consultório é utilizado para que o couro cabeludo e os fios sejam vizualizados em uma lente de aumento de até 400x. Através dele, podemos ver os formatos dos vasos sanguíneos no couro cabeludo, bem como as alteraçōes de coloraçāo, textura, espessura e descamaçāo nāo percebidos a olho nu. Todas essas alteraçōes sāo pistas para se chegar ao diagnóstico. Cabe ao médico desenvolver esse raciocínio para se chegar ao diagnóstico,  juntando as informaçōes colhidas durante a anamnese e no momento do exame físico.

Voltando aos dois pacientes que estava falando….   Através do vídeodermatoscópio, percebi algumas alteraçōes como um leve grau de espessamento da pele do couro cabeludo, alternância de áreas esbranquiçadas e eritematosas, folículos ausentes e uma descamaçāo perifolicular diferente de uma simples dermatite seborreica. Bingo ! Temos por obrigaçāo de pensar no grupo de alopecias cicatriciais. Vocês sabem o que isso significa ?

O que são alopecias cicatricias?

Sāo doenças que, com o passar do tempo, causam alopecia (queda capilar) de forma irreversível, pois há destruiçāo e morte do folículo piloso, ou seja sem capacidade de crescer outro fio naquele local.

Quando diagnosticado de forma precoce, temos maior possibilidade de estabilizaçāo do quadro para que não ocorra a progressāo da doença. Ex: Lupus eritematoso discóide, Líquen Plano entre outros.

Sabia que estava no caminho certo. Apesar de nāo ser possível dar o diagnóstico de certeza naquele momento (suspeitei do grupo de alopecias cicatriciais, mas as doenças deste grupo sāo muito semelhantes).   A vídeodermatoscopia ainda nāo foi o suficiente, partimos para o próximo passo, a biópsia.

Nota: Há muitos casos em que a vídeodermatoscopia e exames sanguíneos sāo suficientes para chegar a um diagnóstico.  Nestes 2 casos em particular, a biópsia é fundamental.

Resultado : Um foi diagnosticado como Líquen Plano Pilar e o outro Líquen Simples Crônico, ambos já apresentando  destruiçāo de vários folículos pilosos e áreas de fibrose (cicatriz). Esses pacientes estavam sendo tratados para dermatite seborreica e alopecia androgenética sem sucesso. E nāo iriam melhorar mesmo ! Iniciei o tratamento específico para cada caso em questāo, mas já orientando o paciente que nesses casos, o sucesso é a estabilizaçāo do quadro ( a nāo progressāo da inflamaçāo e alopecia e a diminuiçāo dos sinais e sintomas), mas nāo o crescimento de fios naquela regiāo ausente de folículo. Poderia ter um leve ganho de fios, mas de uma forma bem tímida ( pelos folículos remanescentes, que estavam em repouso, ou seja “hibernados”)   Fiquem atentos para essas situaçōes, pois apesar serem menos comuns, nāo sāo raras nāo. Retardar o diagnóstico só aumenta as chances de lesōes irreversíveis.

Beijos a todos e espero ter ajudá-los.

 

Dra. Anaflávia Oliveira é médica dermatologista e tricologista com certificação em Tricologia pela International Association of Tricologists (IAT) – Austrália e EUA. Professora de Pós-Graduação em Tricologia na Universidade Anhembi Morumbi e nas Faculdades Osvaldo Cruz, São Paulo. Referência Bibliográfica: Tratado de Dermatologia Fitzpatrick, Ed Revinter, 5oedição.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!