[the_ad_group id="16401"]
Beleza > Estética > Slider Home

Pálpebra caída? Livre-se desse problema

Por Redação Fortíssima 16/06/2016

A pálpebra é uma fina camada de pele e músculo que tem como função de proteger e cobrir os olhos. Lisinha e esticada durante a juventude, ela pode apresentar mudanças ao longo do tempo. É após os 50 anos e a chegada da terceira idade que muitas mulheres apostam em cirurgias plásticas e tratamentos para a melhora do visual.  

Afinal, se ela não é um motivo para a preocupação durante a juventude, com o tempo a pele dessa região desenvolve flacidez e pode ficar caída e com aspecto cansado. Se esse é o seu caso, confira as principais opções disponíveis para driblar o problema.

Pálpebra

A blefaroplastia remove excessos de gordura e peles que estão com flacidez avançada. Foto: iStock, Getty Images

Blefaroplastia: a cirurgia da pálpebra

Esse procedimento estético é indicado para remover os excessos de gordura e retirar as peles que apresentam flacidez – responsáveis pelo olhar inchado e caído.  A blefaroplastia pode ser escolhida por mulheres e homens.

De acordo com Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), essa técnica pode ser utilizada nas pálpebras superiores e inferiores. O médico escolhido fará a análise completa da pele e sua condição. Alguns pacientes necessitam de cirurgia para as duas partes, enquanto outros podem melhorar a sustentação de apenas uma.

O paciente que estiver apto a investir no procedimento deve fazer todos os exames requisitados, controlar e parar com o uso de alguns medicamentos, deixar de fumar e investir em hábitos saudáveis. O pós-operatório é levemente dolorido e pede o auxílio de cuidador. Compressas e pomadas lubrificantes também serão indicadas pelo médico.

Os resultados da cirurgia aparecem após alguns meses de recuperação. O paciente deve aplicar as pomadas cicatrizantes e evitar o contato com o sol. A região ainda pode ser melhorada com cremes hidratantes e limpezas diárias. A pele fica esticadinha, lisa e livre de rugas por alguns anos. 

Pálpebra lisa sem cirurgia

Mas blefaroplastia não é a única opção. Quem prefere tratamentos menos invasivos pode investir em cremes e procedimentos mais simples. A seguir, veja quais são eles:

Cremes firmadores

Peça indicação de um creme específico para essa região do rosto. O dermatologista pode criar uma fórmula personalizada para o fortalecimento da pele e melhora de sua flexibilidade. Substâncias como DMAE e Matrixy são ideais.

A aplicação do creme firmador deve ser feita diariamente e de maneira suave. Coloque uma pequena quantidade de produto no canto interno e espalhe até o externo. Não se esqueça de investir em protetores solares.

Lasers e ultrassom

Alguns tipos de laser e de ultrassom também podem influenciar para a firmeza da pálpebra. As duas técnicas agem nas camadas mais internas da pele e promovem produção de colágeno.

Toxina botulínica

Não dá para esquecer dela. A toxina botulínica é capaz de reverter os efeitos da pálpebra caída e garantir olhar rejuvenescido. Essa técnica, no entanto, apenas funciona para a flacidez leve.

E aí, já decidiu o que fazer para eliminar a flacidez da pálpebra? Deixe o seu comentário!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]