[the_ad_group id="16401"]
Bem-Estar > Psicologia

TDAH em adultos: tire as suas dúvidas

Por Redação Fortíssima 18/06/2016

Embora o transtorno costume ser identificado durante a infância e a adolescência, o TDAH em adultos é uma possibilidade. Os principais sintomas são a dificuldade para se concentrar em uma atividade importante e a hiperatividade. Todos esses traços podem comprometer as funções profissionais e a qualidade de vida.

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade é distúrbio que normalmente passa despercebido. Poucos pais e professores são capazes de identificar os sintomas que a criança ou adolescente apresenta. É por isso que a TDAH em adultos está cada vez mais frequente.

TDAH em adultos

O adulto com TDAH pode apresentar dificuldade para se concentrar e organizar funções. Foto: iStock, Getty Images

Sintomas da TDAH em adultos

Diversos estudos comprovam que o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade é resultado de alterações na região frontal e em diferentes conexões que existem no cérebro. Os neurotransmissores dessa área, responsáveis pelo comportamento e concentração, têm sua função comprometida.

A maioria dos adultos que apresentam o transtorno são diagnosticados de maneira incorreta. Muitos médicos e psicólogos não perguntam sobre a vida infantil do paciente, extremamente importante para a identificação da doença. Sabe-se, no entanto, que grande parte dos adolescentes afetados pelo TDAH não deixam de manifestar os sintomas ao longo do tempo.

Os principais traços da TDAH em adultos, de acordo com a Associação Brasileira de Déficit de Atenção (ABDA), envolvem a incapacidade de se organizar e planejar as tarefas diárias, sejam pessoais ou profissionais. O indivíduo afetado pelo transtorno costuma ter dificuldade para identificar quais são as suas prioridades.

A evolução dos sintomas é rápida e a TDAH em adultos pode desencadear um forte quadro de estresse. O indivíduo esquece e deixa de finalizar os seus trabalhos, já que existem diversas outras tarefas que devem ser concluídas em um prazo determinado. Ele pode se sentir incapaz, triste e frustrado por sua pouca organização.

Se você acredita que alguns desses sintomas são semelhantes ao que você apresenta, entre em contato com um psicólogo ou médico. Os dois profissionais são adequados para o diagnóstico correto dos traços e a identificação do melhor tratamento. A TDAH em adultos pode ser controlada e amenizada com o auxílio de especialista.

Melhores tratamentos

Segundo a ABDA, o tratamento psicológico mais indicado é a Terapia Cognitivo Comportamental (TCC), também utilizada em quadros de depressão e esquizofrenia. Profissionais como fonoaudiólogos também podem auxiliar em casos mais específicos, nos quais a criança ou adulto apresentam dislexia e disortografia.  

Os médicos que acompanham o caso podem indicar medicamentos de uso controlado. Substâncias como metilfenidato e a lis-dexanfetamina contribuem para o tratamento e diminuem os traços que atrapalham a rotina. Ainda existem outras opções, mais fortes e concentradas. Cabe ao profissional escolher a mais adequada.

E aí, o que achou do artigo sobre TDAH em adultos? Deixe a sua opinião!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]