Diabetes é uma doença multifatorial que tem se tornado cada vez mais frequente. Dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde revelam que, entre 1980 e 2014, os casos quadruplicaram no mundo inteiro. Ou seja, vale a pena ficar atento.

Diabetes
Diabetes tipo 2 é a versão mais comum e grave da doença.

Tipos de diabetes

Em 2014, a OMS revelou que 422 milhões de adultos sofrem com a diabetes. E o Brasil é um dos cinco países com o maior número de incidência. No entanto, nem todos os casos são iguais, já que a doença possui os tipos 1 e 2

Tipo 1

É uma doença autoimune que costuma se manifestar em crianças e adolescentes. Ela pode se manifestar em qualquer idade, mas costuma surgir em quem tem menos de 36 anos.

A doença é um reflexo da falta de insulina no corpo, que acarreta em grandes quantidades de glicose no sangue. Não se sabe ao certo qual seria a origem deste tipo de diabetes, mas tem ligação genética.

Tipo 2

Os fatores que desencadeiam essa versão estão muito ligados aos maus hábitos de vida. Esse é o tipo mais comum e grave da doença, que pode ser controlada cuidando da alimentação, fazendo o uso da insulina quando necessário e se exercitando com frequência.

Mitos e verdades sobre a diabetes

Uma alimentação adequada e atividades físicas regulares podem ajudar muito a manter a diabetes controlada. Mas existem muitas informações desencontradas. Para acabar com as dúvidas, a nutróloga Cristiane Braga L. Kanashiro aponta o que é mito e o que é verdade sobre o assunto.

Mito: frutas estão liberadas à vontade

O consumo das frutas deve ser feito de forma controlada. O ideal é comer em porções, como uma fruta pequena ou uma fatia grossa de uma fruta maior. Cristiane alerta também que é bom evitar a manga, morango, uva e o suco de laranja.

Mito: legumes e verduras estão liberados à vontade

Existe uma condição para que os legumes e as verduras sejam consumidos em qualquer quantidade: eles precisam estar crus. A médica destaca, no entanto, que quando cozidos ou grelhados devem ser consumidos na quantidade de um pires de chá, duas vezes ao dia.

Verdade: alimentos integrais exigem atenção

Alimentos como arroz sete grãos, arroz integral, macarrão integral e outros devem ser consumidos em pequenas porções (duas colheres de sopa por dia). A recomendação é optar por mandioca e batata, por exemplo.

Verdade: evite os doces

É ruim, mas os doces devem ser evitados. As guloseimas são alguns dos grandes vilões da diabetes. Mas se mesmo assim você quiser consumir algum, opte pelos que não possuem açúcar na composição, coma pouco e sempre após refeições ricas em proteínas.

Verdade: bebidas alcoólicas podem ser consumidas

Antes de comemorar, saiba que o consumo das bebidas com álcool está liberado em porções pequenas. A profissional alerta também que o ideal é combinar a ingestão com alimentos proteicos.

Mito: alimentos lights são indicados para diabéticos

Os alimentos lights possuem menos calorias do que o tradicionais, mas isso não significa que eles sejam desprovidos de açúcares. Nesse caso, o ideal é apostar nos diets, que não possuem açúcar (ou contam com porções reduzidas).

Mito: atividades físicas não fazem diferença

Exercitar-se é muito importante para quem possui diabetes. A nutróloga explica que a atividade física, especialmente a aeróbica, ajuda na manutenção do peso corporal. Além disso, também auxilia no controle dos níveis glicêmicos.

E aí, anotou as dicas para controlar a diabetes? Deixe o seu comentário!