Lanches rápidos, batata frita, refrigerante, pizza, sorvete, embutidos. É difícil achar quem não goste dessas delícias. O problema é que a maioria deles também podem ser considerados alimentos tóxicos para o organismo, especialmente quando consumidos com frequência. 

Além disso, vários ingredientes destes alimentos possuem características viciantes. Ou seja, você sempre quer um pouco mais. Por isso, vale a pena controlar o consumo e adotar hábitos mais saudáveis para equilibrar a soma.

Alimentos tóxicos
Os embutidos devem ser consumidos com cautela, pois podem oferecer problemas à saúde. Foto: iStock, Getty Images

Alimentos tóxicos e o organismo humano

Ingerir alimentos tóxicos eventualmente não causará um dano considerável no seu organismo. No entanto, se este tipo de alimentação passa a ser corriqueira, não é só o aumento do peso corporal que você vai sofrer.

Os produtos químicos que são colocados nos alimentos para conservá-los são nocivos ao homem. Os pesticidas ou agrotóxicos usados nas plantações garantem safras lindas aos olhos, mas não causam o mesmo efeito ao seu corpo, que consome sem ter conhecimento da quantidade de veneno que está ingerindo em uma simples maçã ou em um pimentão.

Por sinal, morangos, tomates e pimentões estão no topo da lista de alimentos tóxicos. Priorize frutas, legumes e verduras de origem orgânica. São mais caros, mas é a sua saúde que está em jogo. A soja, o trigo e o arroz cultivados no Brasil também costumam ter altos níveis.

Também vale cuidado redobrado com tudo aquilo que é processado em excesso, como costuma acontecer com as comidas vendidas em redes de fast food. A melhor regra é sempre o bom senso, com foco no consumo equilibrado.

Doenças relacionadas aos alimentos tóxicos

Os corantes utilizados nos alimentos estão associados à hiperatividade e ao câncer. Quanto mais colorido o comestível, mais chama a atenção das crianças. Ensine seus filhos que quanto mais artificial a coloração, mais nocivo é para a saúde.

Nos salgadinhos que a criançada adora, está presente a gordura artificial chamada de olestra, que não é digerida pelo corpo humano. Bolachas recheadas também são alimentos tóxicos. Já nos pães, fique atenta ao ingrediente bromato de potássio. Se possível, produza pão caseiro com ingredientes orgânicos.

As carnes processadas, por sua vez, contêm nitritos e nitratos que causam mutação genética no estômago do ser humano, podendo causar câncer. Elimine da sua rotina os embutidos, a exemplo da salsicha.

O glutamato monossódico é outro veneno que provavelmente você consome há muitos anos sem saber que faz mal. Trata-se de um aditivo para realçar o sabor dos alimentos. As comidas processadas e industrializadas são repletas desta substância.

Os caldos de carne são cheios de glutamato monossódico. Pesquisas apontam que a ingestão regular destes alimentos tóxicos podem causar enxaquecas, asma, taquicardia, depressão e obesidade. Estes temperos industrializados também têm sódio em excesso, o que é igualmente prejudicial. 

Cebola e alho orgânicos substituem perfeitamente os caldos de carne e frango. Compre milho de pipoca natural e massa caseira. Pode dar um pouco mais de trabalho e exigir algumas alterações na rotina, mas certamente via fazer a diferença.

E aí, o que achou do artigo sobre alimentos tóxicos? Deixe o seu comentário!