[the_ad_group id="16403"]
Esporte > Slider Home

Saiba as idades dos atletas olímpicos mais velhos da Rio 2016

Por Tatiana Barros 19/08/2016

Muitas vezes, a idade é inimiga de atletas profissionais. Por começarem a praticar suas modalidades desde muito cedo, quando chegam aos 30 anos, em alguns casos, a aposentaria já passa a ser algo próximo. No entanto, a edição do Rio conta com atletas olímpicos mais velhos que quebram essa regra e mostram que é possível continuar entre os melhores do mundo, mesmo sendo veteranos.

O nadador americano Anthony Ervin, 35 anos, é o mais velho campeão de natação. (Foto: Instagram)

O nadador americano Anthony Ervin, 35 anos, é o mais velho campeão de natação. (Foto: Instagram)

Idades dos atletas olímpicos mais velhos

Conheça os competidores mais velhos da Olimpíada do Rio 2016:

O nadador americano Anthony Ervin, 35 anos

Na Olimpíada de Sidney, em 2000, o nadador dos Estados Unidos Anthony Ervin ganhou a medalha de ouro na competição dos 50m livre. Neste ano, o atleta repetiu o feito e, aos 35 anos, ostenta o título de “mais velho campeão de natação”. Essa vitória no Rio tem um significado ainda mais especial, já que Ervin passou por uma depressão profunda, abusou das drogas e até tentou suicídio, quando decidiu após abandonar as piscinas em 2003. Após a prova no Rio, ele falou: “Eu não poderia imaginar isso. É surreal. É absurdo. Eu só dava risada, não parava de rir”. Uma história de vitórias dentro e fora d’água!

A remadora britânica Katherine Grainger, de 40 anos

Cinco olimpíadas, cinco medalhas. Esse é o impressionante feito da britânica Katherine Grainer, que na edição do Rio, aos 40 anos, ganhou sua quarta medalha de prata. Em Londres, ela ainda conquistou sua primeira medalha de ouro. Após 2012, ela ainda parou de competir por dois para se dedicar aos estudos e fez doutorado em homicídios. Por sofrer com diversos questionamentos sobre estar velha para competir no Rio, ela descreveu a medalha que conquistou nesta edição como a sua maior conquista pessoal.

A ginasta do Uzbequistão, Oksana Chusovitina, 41 anos

A ginástica é um dos esportes em que a juventude tem grande importância, por isso é ainda mais impressionante a participação da Oksana Chusovitina nesta edição. A primeira vez em que competiu foi nos jogos de Barcelona, em 1992 e em 2016 ficou em quinto lugar no salto. Em entrevista à BBC, ela disse: “Quando eu era jovem, eu era mais rápida e corria e nunca me cansava. Hoje, é claro, as coisas são diferentes. Agora eu treino com a minha cabeça”.

O atirador vietnamita Hoang Xuan Vinh, 41 anos

Idade não costuma ser um grande problema no Tiro e Hoang é a maior prova disso. Aos 41 anos ele ganhou o ouro, sendo o primeiro da campeão história do Vietnã na modalidade 10m com pistola de ar masculino. Na categoria 50m, ele ganhou a medalha de prata.

A ciclista americana Kristin Armstrong, 43 anos

Um dia antes de completar 43 anos, a ciclista Kristin Armstrong conquistou um presente para poucos: ela passou a ser a primeira ciclista a ganhar três medalhas de ouro em três Jogos Olímpicos consecutivos, mesmo sendo a concorrente mais velha da edição. E engana-se em quem pensa que sua vida é dedicada ao esporte! Kristin ainda é agente de saúde comunitária, treine e cuida da família. Por que ela faz tudo isso e ainda compete? “Porque eu posso”, afirma. Girl Power!

A remadora canadense Lesley Thompson-Willie, 56 anos

Os jogos do Rio se tornaram especiais para a timoneira da equipe de remo do Canadá Lesley Thompson-Willie. Isso porque, ao participar de sua oitava edição, ela acabou de se tornar a mulher com o maior número de participações em Olimpíadas. Em entrevista à BBC, ela declarou: “Eu acho que está sendo redefinido na nossa sociedade que nós podemos seguir em frente, em quanto nós estamos ativos”.

A amazona neozelandesa Julie Brougham, 62 anos

No hipismo é comum ter jogadores mais velhos. Prova disso é que em Londres, o japonês Hiroshi Hoketsu competiu aos 71 anos. Na edição do Rio, o mais velho competidor entre todas as modalidades também é deste esporte: Julie Brougham, que aos 61 anos participa da sua primeira Olimpíada.

Como podem ver, idade não é problema para esses verdadeiros campeões! Quer saber mais sobre as Olimpíadas e outros esportes? Continue acompanhando as publicações do Doutíssima e nos siga no Facebook!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]