Nutrição

Quais são os tipos de queijo mais saudáveis? Nutricionista dá a dica

Por Francine Costanti 24/06/2019

Adora queijos, mas tem medo de comprometer a dieta? Pois saiba que não é preciso abandoná-los: além de serem ricos em proteínas, vitaminas lipossolúveis e cálcio, eles podem ajudar você a perder peso por darem a sensação de saciedade. O segredo é saber escolher.

“Existem diversos tipos de queijos, desde os mais magros até os mais gordurosos. A escolha vai depender do objetivo e paladar de cada pessoa, mas uma dica é sempre checar a lista de ingredientes no rótulo. O queijo ideal deve conter apenas leite, fermento e coalho”, explica a Dra. Carla Santos, nutricionista da Clínica NutriCilla.

Queijos que contém gordura boa e que ajuda a gerar mais saciedade. Foto: iStock

Como escolher os melhores tipos de queijo

Pode parecer contraditório, mas, se você está de dieta, os melhores tipos de queijo não são aqueles com menor teor de gordura. Isso porque os queijos mais magros, como ricota, cottage e minas frescal, têm poucas calorias e sódio, mas contém mais lactose (o açúcar do leite) – portanto, sua quantidade de carboidratos é maior.

Inverno é a estação propícia para preparar um fondue de queijo

Entre os queijos com maior teor de gordura estão o meia cura, canastra e coalho. “Mas é importante notar que essa é uma gordura boa e que ajuda a gerar mais saciedade”, explica a nutricionista. Além disso, eles possuem baixo teor de lactose, pois passam pelo processo de fermentação. 

Segundo ela, esses seriam os tipos de queijo mais recomendados, pois contêm pouca lactose (podendo ser consumido por pessoas com intolerância menos grave), trazem poucos ingredientes na fórmula e não são tão processados. Eles são ainda uma fonte rica de proteínas e cálcio e têm baixo teor de colesterol. 

Queijo cottage: conheça os benefícios e saiba como preparar

Outra dica é evitar queijos muito processados, como o queijo prato e o cheddar. Alguns, mesmo não sendo amarelos (cor típica dos ultraprocessados), têm uma grande quantidade de gordura e sódio – caso do gorgonzola, brie e polenguinho. O excesso desses alimentos prejudica a saúde e pode acelerar o aparecimento de doenças do coração e hipertensão.  

Por fim, lembre-se de que todo alimento consumido em excesso pode fazer com que sua dieta (e sua saúde) vá por água abaixo: “Sempre pense no equilíbrio: nada de consumir quilos de queijo pelo simples fato de serem boas opções para a dieta. Procure um nutricionista para uma alimentação individualizada e equilibrada”, completa a especialista.