[the_ad_group id="16401"]
Saúde Mental

Você aprova a moda das mochilas com guia?

Por Redação Doutíssima 18/10/2013

1É verdade que as crianças pequenas podem ser bastante arteiras e cheias de energia. Muitos pais têm medo de sair de casa com elas porque correm o risco delas saírem correndo sem controle. É anda mais difícil quando se tem mais de um filho com essa personalidade. Pensando nesses pais, que estão sempre correndo atrás dos filhos, foram lançadas no mercado as mochilas com guia retrátil, que possibilitam os pais de controlarem seus filhos à distância, com o mesmo princípio da coleira para animais domésticos.

 

Essa moda já pegou nos Estados Unidos e em países da Europa. É comum sair às ruas desses países e encontrar mães e babás utilizando esse acessório nas crianças. No Brasil, esse tipo de mochila é uma novidade e chegou causando muita polêmica e dividindo opiniões. Seria mochilas com guia infantil ou seria mais uma espécie de coleira para crianças? Cuidado necessário, excessivo ou falta de paciência dos pais para correr atrás dos filhos?

 

 

A divisão de opiniões

coleira-mochila-macaco-guia-coleira-infantil-harness-buddy_MLB-O-4642687767_072013

Existem os pais que aderiram à moda embasados em bons argumentos. Eles dizem principalmente que o acessório é uma maneira de ficar tranquilo com a segurança dos filhos em locais onde há um grande fluxo de pessoas e quando é preciso atravessar ruas. Mas eles também dizem que é preciso saber usar as mochilinhas-guia para que a criança não se sinta presa.

 

Os pais que recriminam o uso da mochila são principalmente movidos pela associação que se tem com a coleira de animais. Eles lembram que os cachorros, por exemplo, não gostam quando a coleira é usada, e não querem causar o mesmo desprazer à seus filhos.

 

 

A opinião de especialistas

 

Na opinião de psicólogos e pedagogos, a mochila-guia pode auxiliar na educação das crianças se usada pelos pais como um acessório a mais, sem expluir o diálogo entre os pais e filhos. A criança precisa aprender a obedecer os pais e identificar neles autoridade. É preciso que seja transmitido de maneira oral ensinamentos sobre os perigos de conversar com estranhos ou sair de perto dos pais sem avisar. A mochila-guia pode ser usada principalmente em locais de grande aglomeração, onde os pais também correm o risco de se confundir ou de se perder (aeroportos, shoppings, etc), isso não causará danos psicológicos nas crianças, mas eles dizem que zelar e atentar pelo seu filho é sempre melhor do que confiar em acessórios.

mochila-guia-infantil

 

E você, o que acha? Deixe seu comentário e sua opinião sobre o assunto!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]