Doenças

Endometriose pode causar dores severas e infertilidade

Por Camila Luz 08/12/2017

A endometriose é uma doença do sistema reprodutor feminino que pode ser bastante dolorosa. Em casos mais graves, leva à infertilidade. Identificar a condição nem sempre é fácil, pois pode ser assintomática ou apresentar sintomas similares aos da menstruação, como a cólica, além de incômodos maiores, como desconfortos durante a as relações sexuais e dores muito intensas.

Mulher sofrendo com dores causadas pela endometriose. Foto: iStock

O endométrio é o tecido que reveste o útero. Durante a menstruação, células desse tecido são expelidas pelo organismo. Às vezes, esses componentes se movimentam no sentido oposto e caem nos ovários ou na cavidade abdominal, onde passam a se multiplicar e a sangrar. Podem surgir focos de endometriose nas trompas de Falópio, ao redor da bexiga e do intestino.

Os principais sintomas da endometriose

– Dores e sangramentos urinários e intestinais durante a menstruação, que podem ser moderados ou bastante intensos. A dor intensa é o principal sinal que a mulher tem para diferenciar um incômodo causado pela doença de uma cólica menstrual;

– Dor durante as relações sexuais;

– Fluxo menstrual mais intenso do que o normal;

– Dores pélvicas durante o período menstrual ou em qualquer época;

– Dor ou desconforto para ir ao banheiro;

– Cansaço;

– Infertilidade.

Possíveis causas da endometriose

As causas da endometriose são pouco conhecidas, mas há algumas condições que parecem desencadeá-la. Membros da mesma família ou integrantes do mesmo grupo étnico, por exemplo, podem desenvolver a doença com mais frequência.

Problemas no sistema imunológico, menstruação retrógada (quando parte do revestimento do útero flui através das trompas de Falópio ao invés de deixar o corpo pela menstruação) e células do endométrio se espalhando pela corrente sanguínea também podem desencadear a condição.

Diagnóstico e tratamento

Toda mulher deve se consultar com o ginecologista regularmente. Ao notar qualquer um dos sintomas da endometriose, deve procurar o médico. Ele poderá solicitar exames como laparoscopia, ultrassom, ressonância magnética e exame de sangue. Para ter certeza, provavelmente será preciso fazer uma biópsia dos locais onde há possíveis focos de endometriose.

Infelizmente, não há cura para a endometriose, pois é uma doença crônica que regride espontaneamente com a menopausa. No entanto, dependendo do diagnóstico, é possível apostar em tratamentos que aliviam os sintomas e, no caso de infertilidade, chegam a revertê-la. Anti-inflamatórios para a dor e pílulas anticoncepcionais, que suspendem a menstruação para eliminar dores e desconfortos, podem ser receitados.

Para tratar os órgãos que estão com focos de endometriose, pode ser preciso fazer uma cirurgia. Há operações mais simples, que retiram apenas o tecido afetado, ou uma parte do órgão. Geralmente, procedimentos cirúrgicos são indicados para mulheres que desejam engravidar.

A principal complicação causada pela endometriose é a infertilidade, pois a doença pode obstruir as trompas da mulher e impedir que óvulo e espermatozoide se encontrem. A doença também pode prejudicar a concepção de outras formas, causando danos às células reprodutivas.

Em casos muito graves, a endometriose pode afetar a bexiga ou o intestino e exigir cirurgias mais complexas. No geral, os procedimentos cirúrgicos relacionados à doença são tranquilos e não apresentam complicações.


Sites parceiros