Filhos

Dúvida de mãe: se sujar faz bem para as crianças?

Por Redação Doutíssima 04/01/2014

Faz parte da natureza da criança querer tocar tudo em seu ambiente, coisas que seus pais acham repugnante. Só não deixe o seu pequeno de um ano de idade colocar o osso do cachorro na boca!

As epidemias de gripe na estação têm feito as autoridades de saúde implorar pela lavagem das mãos regularmente e tratar o gel desinfectante para as mãos como se fosse ouro em forma líquida. É difícil não se preocupar com o que seus filhos estão se metendo e o impacto final que terá sobre sua saúde.

germes-do-bem1

As doenças infecciosas são uma causa legítima de preocupação, mas algumas pessoas podem afirmar que a nossa sociedade tem exagerado quando se trata de proteger nossos filhos de germes.

Veja aqui o quão limpo um ambiente é necessário para uma boa saúde dos nossos filhos.

Hipótese da higiene

Um corpo de pesquisa sugere que a exposição das crianças aos germes pode oferecer-lhes maior proteção contra doenças como alergias e asma mais tarde na vida.

Essa linha de pensamento chamada “hipótese da higiene”, afirma que quando a exposição aos parasitas,bactérias e vírus é limitada no início da vida, as crianças enfrentam uma maior chance de ter alergias, asma e outras doenças auto-imunes durante a idade adulta.

Outro resultado interessante é das crianças com irmãos mais velhos, que cresceram em uma fazenda ou que frequentavam a creche desde cedo na vida, mostraram menos taxas de alergias.

Assim como o cérebro de um bebe precisa de estimulação, de entrada, e interacção para se desenvolver normalmente, o sistema imunológico jovem é reforçado pela exposição diárias a germes de modo que possa aprender, adaptar e regular-se, observa Thom McDade, PhD, professor associado e diretor do laboratório de pesquisa em biologia humana da Universidade de Northwestern.

Quais germes exatamente parecem fazer o truque ainda não foi confirmado. Mas a nova pesquisa oferece pistas. Em um estudo recente, a equipe de McDade descobriu que as crianças que foram expostas à mais fezes de animais e tiveram mais casos de diarréia antes dos dois anos de idade apresentaram menor incidência de inflamação no corpo enquanto cresciam até a idade adulta.

Inflamação tem sido associada a muitas doenças crónicas na idade adulta, como doenças cardíacas, diabetes e mal de Alzheimer.

“Estamos nos movendo para além desta ideia de que o sistema imunológico está apenas envolvido com alergias, doenças auto-imunes, asma e para pensar sobre o seu papel na inflamação e em outras doenças degenerativas”. diz McDade. “Exposições microbianas no início da vida são importantes…para manter a inflamação sob controle na idade adulta.”

1260441730_handwash2_thumb

Germes: Impulsionador de saúde ou má ideia?

A maioria dos germes à espreita sobre o nosso meio ambiente e que vivem em nossos corpos não são apenas inofensivos, eles estiveram connosco há milénios. diz Martin Blaser, professor de medicina na Universidade de New York.

Como o comportamento humano mudou ao longo do último meio século, muitos micróbios, como alguns que vivem no intestino, estão desaparecendo.

“Eles executam funções fisiológicas importantes, mas por causa da vida moderna, estão mudando e alguns desaparecendo”, diz Blaser. “Esses desaparecimentos têm consequências – algumas boas, outras ruins.”.

Quando higienizamos excessivamente o ambiente dos bebês para protegê-los de doenças, estamos privando-os da oportunidade de construir um sistema imunológico forte.

Ainda assim, existe a possibilidade de ir longe demais na outra direcção, mas muitos defensores da hipótese da higiene dizem que os germes na sujeira são bons para você.

“É uma ideia interessante,” Blaser diz, “mas a minha opinião é que os germes são irrelevantes para nós. Esses micróbios na terra estão adaptados à sujeira; eles não estão adaptados para o corpo humano.”

Então como os pais devem agir?

Como a maioria das coisas na vida, manter seus filhos saudáveis é uma questão de encontrar um equilíbrio. Blaser recomenda que os pais e os médicos considerem cuidadosamente se os antibióticos devem ser utilizados para todos os episódios de febre. O uso excessivo de antibióticos desempenha um grande papel no enfraquecimento a capacidade do sistema imunológico para combater infecções.

E quando se trata de manter o ambiente do seu filhos livre dos germes, McDade diz: “Eu gostaria de ver um equilíbrio para o senso comum. Você não deve lavar ou higienizar tudo.”


Sites parceiros