[the_ad_group id="16401"]
Filhos > Gravidez e Filhos

Férias escolares: Veja dicas de atividades para fazer com os filhos em casa

Por Francine Costanti 19/07/2019

Ter filhos pequenos dentro de casa nos períodos de férias escolares pode ser uma verdadeira dor de cabeça para quem não curte bagunça. Afinal, como lidar com crianças cheias de energia correndo pela casa e fazendo bagunça?  

Para ajudar você na missão, conversamos com a Dra. Deborah Moss, neuropsicóloga e especialista em comportamento infantil, que dá dicas de atividades para fazer com os filhos em casa durante o período de férias. “Caso os pais estejam com tempo livre durante as férias, é indicado fazer atividades que envolvam toda a família e em que eles possam deixar o celular de lado”, aconselha. 

Ela também fala sobre a importância de envolver os filhos nas tarefas, ensina a impor limites na bagunça e conta como deixá-los mais livres para criar suas próprias brincadeiras. 

dia das maes

Não sabe o que fazer com os filhos em casa? Inclua os pequenos na arrumação da casa!  Foto:iStock

Envolva seus filhos na arrumação da casa 

Esse é um ótimo momento para ficar mais perto dos filhos e até pode virar uma brincadeira para as crianças, já que talvez seja uma novidade na rotina delas. Durante o ano letivo, com as tarefas da escola e as atividades extracurriculares, é bem provável que não sobre muito tempo para que se envolvam com isso. 

“Comece o dia dividindo as tarefas para cada criança: você pode separar as atividades por cômodo da casa ou juntá-las em um lugar só. Mas é importante respeitar a faixa etária e a capacidade de cada um. Quem sabe, depois disso, essas ações não se tornam um hábito quando voltarem às aulas?”, orienta Dra Deborah.

Por que ler para os filhos é importante? Veja os benefícios do hábito

Vivenciando a rotina de casa

Aqui a ideia é deixar que eles façam exatamente o que você faz no seu dia a dia de tarefas domésticas, como lavar e secar as louças, varrer e passar pano no chão, arrumar as travessas no armário ou colocar e tirar a roupa da máquina – mas tudo sob a sua supervisão. Pense que, para os pequenos, pode virar uma farra lavar pratos, talheres, saber como funcionam os eletrodomésticos e como é a rotina da limpeza de uma casa. 

A especialista conta que todas essas atividades podem ser feitas pelas crianças e servem como um incentivo para que comecem a arrumar as próprias coisas: “Peça para arrumarem o quarto e separarem os brinquedos e roupas que não usam mais para uma doação. O momento também é propício para uma boa faxina, não só de limpeza, mas para colocar tudo em ordem, como material escolar, brinquedos e livros”.

Criança só na frente da TV e do celular, não! 

Muitos pais não têm muito tempo disponível para brincar com os filhos e sugerir atividades diferentes, o que acaba levando os pequenos ao hábito de ficarem grudados às telas. Crianças que passam o período todo de férias na frente da TV ou com o celular na mão podem estar desperdiçando um tempo em que poderiam estar exercendo sua criatividade. 

“Claro que eles podem ver TV e ficar no celular, mas é preciso impor um limite de tempo. Uma vez que acabou esse tempo, eles devem fazer outras coisas ao ar livre e em que possam inventar as próprias brincadeiras. É essencial que façam exercícios físicos, como correr, pular, se mexer e não ficar só numa atividade passiva que não gasta energia”, alerta Dra. Deborah. 

Mantendo a ordem no meio da bagunça

Seus filhos estão colocando a casa de pernas para o ar? Calma! Primeiro você deve lembrar que as férias vão acabar – esse período não dura para sempre. Mas ainda assim é necessário impor limites. As crianças devem saber que, caso tirem coisas do lugar, precisam arrumá-las. “Tudo bem fazer bagunça, tirar tudo dos armários, se divertir, mas que isso também tenha a contrapartida de que no final do dia devem colocar tudo de volta no lugar”, diz a especialista. 

7 passos para criar uma rotina de alimentação saudável para crianças

Os limites são estabelecidos pelos pais, então é preciso deixar claro o que pode, o que não pode e até onde pode. “Eu sempre digo que férias são um momento que exige flexibilidade na rotina, mas deve-se conservar os hábitos, seja de higiene, alimentares, ou relativos a horário para acordar e dormir. Os horários podem ser um pouco mais flexíveis, mas tudo tem que respeitado dentro da rotina da casa”, explica. 

Brincadeiras simples e divertidas

Com a correria do dia a dia, muitos pais não conseguem se dedicar aos filhos nesse período de férias e por isso optam por brincadeira que envolvem custos e logística, como parques, zoológicos, natação ou oficinas. A neuropsicóloga lembra que é preciso deixar que as crianças exercitem o lado criativo e possam inventar as próprias brincadeiras, sem que os pais tenham que levá-las para brincar em um lugar específico. 

“Os pais precisam dar espaço aos filhos e permitir que a sua imaginação flua da melhor forma possível. Uma maneira muito bacana de fazer isso é ensinando as brincadeiras da sua própria infância, que geralmente envolvem bastante atividade física – algo que, com a tecnologia, tem sido deixado um pouco de lado. Assim eles aprendem e podem brincar com os irmãos ou coleguinhas”, conclui. 


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]