Saúde Mental

Vício em refrigerante existe? Descubra se você é um dependente

Por Redação Doutíssima 11/11/2014

Muito se fala sobre os prejuízos do refrigerante para a saúde. Seja por causa do açúcar (ou adoçante, no caso das bebidas light ou zero calorias) ou da cafeína, a composição do líquido pode causar dependência – e o vício em refrigerante é altamente prejudicial à saúde.

vício-em-refrigerante

Consumo excessivo desse tipo de bebida não traz nenhum benefício. Foto: iStock, Getty Images

Além de potenciais viciantes, esses ingredientes queimam as vitaminas e os minerais que você ingere durante o dia, também aumentando as taxas de glicose e triglicerídeos. Outro perigo é a presença do ácido fosfórico, que diminui a absorção de cálcio no organismo, prejudicando a massa óssea.

Corantes, conservantes, acidulantes, sódiohá muitos prejuízos no consumo dessa bebida – que é a segunda mais vendida no mundo, ficando atrás apenas da água.

Veja como perceber se você tem vício em refrigerante

Você já tentou parar com o refrigerante? Ou fez uma dieta, esperou perder alguns quilos, o corpo ficar do jeito que queria e voltou a se entregar a um copo da bebida? Então fique alerta.

Se seu organismo não está conseguindo manter o foco longe do tilintar do gelo e o estouro da bebida na lata ou no litro, você está sob risco de dependência. Largue de vez a bebida: aí, sim, vai conseguir deixar o vício em refrigerante.

O primeiro dia é difícil, e o segundo vai ser ainda pior. Para quem não consegue ficar sequer um dia sem beber um copo, vai ser muito complicado largar de vez. Mas com firmeza no pensamento é possível.

Depois de um mês, você começa a se acostumar com a ideia de que dá pra viver sem ele, então é só continuar longe da bebida. Se não conseguir, procure ajuda médica.

Vício em refrigerante deve ser combatido

O vício em refrigerante tende a ser percebido no momento das refeições. Você serve o seu prato e sente falta de alguma coisa. É a sensação de que a bebida combina perfeitamente com aquele momento. Se não está conseguindo desassociar a hora de comer da hora de beber, então está com um problema.

Não é recomendável ingerir bebidas durante uma refeição, apesar de o senso comum contradizer essa indicação nutricional. No entanto, se o que você quer de verdade é um copo de refrigerante para acompanhar seu almoço, você está tendo o vício ativado por esse momento.

Além das refeições, há outros ativadores para o vício em refrigerante. Se você chega em casa do trabalho e não consegue se concentrar em alguma atividade, está cansado de caminhar ou fazer algum tipo de esforço físico e é indispensável o consumo da bebida, os riscos de estar dependente são muito grandes.

Como qualquer pessoa dependente de algum vício, se você não conseguir respeitar que os outros consumam com moderação (em um jantar, evento ou qualquer outro momento) sem evitar a bebida, também pode estar sob risco.

Tente trocar o refrigerante por outra bebida. Comece por sucos, chás gelados e água gaseificada. Não conseguir resistir é sinal grave de vício em refrigerante.

Quando buscar se livrar do vício, não abra exceções. Elas podem desencadear nova dependência e tornar ainda mais difícil o processo. Não compre a bebida e peça compreensão para que respeitem sua decisão. Pensar que é melhor viver sem o refrigerante já é um grande motivo para acabar com o vício.


Sites parceiros