Gestante

Fotos de parto: veja dicas para registrar o nascimento do bebê

Por Redação Doutíssima 19/08/2015

Depois de meses de espera e ansiedade, chegou o momento tão especial: o nascimento do bebê. E, como toda ocasião especial, merece ser registrada. Algumas dicas são importantes para que as fotos de parto fiquem tão especiais quanto o instante da chegada do seu filho. Por isso, a escolha do profissional que vai fotografar é tão importante.

É fundamental que o fotógrafo esteja em sintonia com toda a equipe médica e seus movimentos, conhecer um pouco da função de cada instrumento usado e, principalmente, não tocá-los, sob risco de contaminação.

“É preciso estar atento para não perder o momento mais importante, como o primeiro encontro do pai e da mãe com o recém-nascido”, explica a fotógrafa Giselle Sauer.

fotos de parto istock getty images

Na hora de escolher o profissional para as fotos de parto peça referências a amigos. Foto: iStock, Getty Images

E na semana em que se comemora o Dia da Fotografia, 19 de agosto, é bem apropriado planejar e conhecer algumas dicas para que a chegada do bebê seja repleta de beleza.

Fotos de parto, um olhar especial

As fotos de parto precisam de um olhar especial por parte do pais também. Para Giselle, quando se procura um profissional para um momento tão íntimo quanto esse, é necessário que se pesquise e se avalie os resultados que são apresentados pelas empresas.

“Esse é um registro para toda a vida e precisa ser algo que possamos olhar com boas lembranças”, comenta a fotógrafa.

Assim, é essencial que os pais conversem com os profissionais antes do parto e que, principalmente, busquem referências por meio de amigos ou conhecidos, que já tenham usado os serviços.

Com um pouco de criatividade, as fotos de parto podem ser muito mais especiais do que a expectativa. “Sendo o fotógrafo profissional ou mesmo o pai que vai fazer o registro da chegada do bebê, acho importante poder fazer alguns desfoques e enquadramentos que ajudem aquele que olha a foto a perceber somente o que se quer mostrar”, aponta Giselle.

Ela comenta que nem todos os hospitais são esteticamente bonitos e, muitas vezes, é possível “esconder” alguns elementos da cena, que ficará mais “limpa” e agradável aos olhos.

Giselle sugere ainda que seja feito registro do relógio da parede, que vai precisar o momento exato do nascimento. É uma ilustração bem expressiva. A primeira impressão feita do pezinho, o momento da pesagem também são sugestões valiosas.

“Aquele momento inteiro é muito único e muito rico, por todo o lado teremos acontecimentos que marcam a data”, considera a fotógrafa.

 

Quando o pai faz as fotos de parto

Quando é o pai quem vai fazer as fotos de parto, Giselle orienta para que ele tenha certeza de que não vai desmaiar ao ver o filho nascendo. Segundo ela, pode até parecer meio engraçado ou bobo, mas o fato é que muitos pais não imaginam como é um parto e podem se surpreender.

“Não perca o momento em que o bebê está indo ao mundo, sua primeira expressão e o primeiro olhar entre a mãe e o bebê. São minutos de muitas emoções e é preciso se manter firme”, diz Giselle. Ela cita um pai que decidiu usar uma GoPro na cabeça e filmou o parto pela perspectiva de seu olhar, segurando o bebê. “Foi lindo”, assegura.

 

O construtor Tiago Oliveira da Silva viveu intensamente os primeiros momentos do pequeno Gabriel. Ele registrou a chegada de seu pequenino, ao lado da esposa, a psicóloga Mirela Manfro da Silva, em 27 de julho. “Foram momentos ímpares, de emoção que jamais se repetem, e me orgulho de ter feito o registro com fotos”, conta o papai.

 

Ele destaca o apoio da equipe médica que incentivou as fotos e o deixou bem à vontade, mesmo não sendo o primeiro filho. “O friozinho na barriga sempre vai existir”, conclui Silva.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros