[the_ad_group id="16401"]
Gestante > Gravidez e Filhos

5 passos para evitar o inchaço nos pés durante a gravidez

Por Francine Costanti 29/03/2019

O inchaço nos pés está entre os incômodos mais frequentes entre as gestantes. Geralmente começa por volta do sexto mês, vai até o nascimento do bebê e pode permanecer por alguns dias no pós-parto.

O problema acontece por conta do aumento de peso, mudanças hormonais e retenção de líquidos – fatores que também resultam em inchaço no rosto, mãos, pernas e tornozelos. Todos esses sintomas são naturais e não há razão para preocupações. Mas, se o incômodo for grande, alguns passos simples podem ajudar.

Durante a gravidez, a mulher pode ficar com inchaço no rosto, mãos, pernas e tornozelos. Foto: iStock

Como evitar o inchaço nos pés

Beba muita água – Além de evitar a desidratação, a água ajuda na redução da retenção de líquido e, por consequência, diminui o inchaço. Para grávidas que moram em regiões quentes, o líquido é também o melhor aliado para amenizar a sensação de calor. Recomenda-se que as gestantes consumam, no mínimo, 10 copos por dia e uma boa dica para conseguir isso é ter sempre uma garrafa por perto. Se quiser variar no consumo de líquido, aposte também em sucos de frutas e água de coco.

Inchaço na gravidez: 8 dicas para diminuir a retenção

Movimente o corpo – É importante ser disciplinada quanto à atividade física. Sabemos que, durante a gravidez, a mulher tende a sentir mais cansaço e desânimo, mas essa é uma das maneiras mais eficazes de reduzir o inchaço dos pés e do corpo todo. Se quiser começar por uma atividade segura, tente uma caminhada diária leve. Mas não esqueça: antes de praticar qualquer exercício, consulte seu médico para que ele indique o treino adequado à sua condição física.

A cirurgiã vascular e angiologista Dra. Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, ressalta a importância da água para diminuir o inchaço. “Exercícios na água, como natação e hidroginástica, são ideais para a gestante. Além de movimentar o corpo e trabalhar a musculatura sem forçar as articulações, a pressão hidrostática da água funciona durante o exercício como se fosse uma drenagem linfática natural, melhorando muito a retenção de líquido e inchaço”, explica.

Além de praticar atividades físicas com frequência, evite ficar parada muito tempo na mesma posição. Quando estiver em casa, levante e caminhe pelos cômodos para ajudar na circulação sanguínea. Enquanto estiver deitada, tente ficar com as pernas para o alto com a ajuda de travesseiros ou almofadas.

gravida deitada de lado

Exercícios na água, como natação e hidroginástica, são ideais para a gestante. Foto: iStock

Faça massagens nos pés – Para amenizar o inchaço nos pés e tornozelos, peça para seu parceiro fazer uma massagem relaxante no peito dos pés e também na sola. Já existem cremes dermatológicos especializados em inchaço e que estimulam a circulação. A massagem deve ser feita com movimentos circulares por um minuto em cada pé.

Repouse sempre deitada para o lado esquerdo – A médica conta que a posição alivia o inchaço. “Quando deitamos para esse lado, tiramos o peso do útero de cima da veia Cava, uma veia importante na barriga e responsável pelo retorno do sangue. Quando deitamos para o lado esquerdo e liberamos o fluxo dessa veia, facilitamos a drenagem das pernas e melhoramos o fluxo sanguíneo para a placenta, que nutre o bebê”.

Saiba como minimizar as varizes durante a gravidez

Diminua o consumo de sal e alimente-se bem – O alto consumo de sal aumenta o inchaço no corpo e pode causar problemas mais graves de saúde, como a pressão alta, muito prejudicial no período de gestação. Por isso, evite consumir produtos processados e diminua a quantidade de sal nas refeições. Uma dica é temperar a comida usando produtos naturais, como ervas secas, cebola, alho, salsinha, alecrim, curry e limão.

Além disso, adote no cardápio alimentos que contenham fibras, pois auxiliam no trabalho do intestino e ajudam a diminuir o inchaço. Aveia, granola, pão e macarrão integrais são alguns bons exemplos de comidas leves e que saciam o apetite. Verduras e carnes grelhadas também são excelentes para evitar refeições pesadas que podem causar desconforto intestinal.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]