Estética

Massagem redutora é aliada na busca pelo corpo perfeito

Por Redação Doutíssima 20/08/2015

Seguir uma dieta equilibrada e praticar exercícios físicos é a melhor fórmula para emagrecer e tonificar o corpo. No entanto, a massagem redutora pode potencializar ainda mais os resultados e auxiliar na eliminação da gordura.

 

Além de ser um pouco relaxante, a massagem redutora estimula a circulação e melhora algumas funções do organismo. Aliar tudo isso a uma rotina saudável vai deixar qualquer corpo com tudo em cima para curtir o verão.

massagem redutora

Tipo de massagem que foca na camada de gordura corporal ajuda a reduzir o inchaço. Foto: iStock, Getty Images

As massagens, em geral, são procedimentos em que se usa a pressão e manipulação dos tecidos para um efeito mecânico.

De acordo com a professora Danielle Dutra Albrecht, do curso de Tecnologia em Estética e Cosmética da Universidade Feevale, cada tipo – como relaxante, terapêutica, estética, modeladora, redutora e outras -, foca em diferentes manobras para produzir resultados variados.

Massagem redutora e seus benefícios

Segundo a especialista, a massagem redutora é a manipulação do tecido adiposo (camada de gordura), com o objetivo de modelar essa área e, assim, melhorar o contorno corporal.

“Considerando a gordura um tecido moldável, as manobras ritmadas e sem pressão excessiva promovem a vasodilatação, que favorecerá o maior aporte sanguíneo e trará benefícios”, enfatiza.

Essa massagem tem vários benefícios além de modelar e formatar o corpo. Quando feito de maneira adequada, esse procedimento ajuda a reduzir o inchaço causado pelo acúmulo de líquidos. Além disso, favorece a circulação e a eliminação de resíduos e toxinas.

Outro benefício da massagem redutora é estimular o metabolismo e as respostas neuromusculares, harmonizando os contornos do corpo, diz a professora. “Ainda minimiza a ansiedade, aumentando a autoestima e a qualidade de vida”, adiciona.

No entanto, Danielle enfatiza que a redução de medidas é uma consequência da modelagem. Assim, quem não está trabalhando na perda de peso com alimentação adequada no dia a dia e prática de atividades físicas não vai perceber redução da gordura.

 

Como obter os efeitos da massagem redutora

A recomendação da professora é que as sessões de massagem sejam feitas com apenas um pequeno intervalo entre elas. “Duas ou três vezes por semana trazem os benefícios esperados”, afirma.

Outro ponto importante é buscar um profissional com conhecimento e competência para avaliar e executar a massagem redutora, associando as técnicas adequadas sem lesar os tecidos, aponta a especialista. Ela alerta que jamais devem ficar marcas na pele.

Além da aplicação correta da massagem, para atingir os resultados estéticos, todos os aspectos metabólicos precisam ser considerados. Qualidade de sono, função intestinal, alterações hormonais, rotina de alimentação e atividades físicas influenciam.

Existem contraindicações para esse tipo de procedimento que reduz medidas. Doenças e disfunções precisam ser observadas e, em caso de dúvidas, é ideal consultar um médico sobre a probabilidade da massagem interferir de maneira negativa na saúde.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros