Cirurgia Plástica

Como escolher sua prótese de silicone

Por Redação Doutíssima 17/06/2013

escolher protese

Se você já decidiu colocar uma prótese de silicone nos seios, agora é hora de decidir que tipo de prótese você vai colocar. Esta é uma etapa muito importante do processo e deve ser feita com muita calma. Conheça os diferentes tipos de prótese e as recomendações para cada tipo de corpo.

proteses

Prótese alta

proteses perfil alto

São próteses com uma base menor e mais altas, o que faz com que deem mais projeção aos seios e não tanto ao colo mamário. São as próteses mais utilizadas e mais solicitadas pelas pacientes.

 

Prótese baixa

protese perfil baixo

São próteses com uma base mais larga, indicadas para pacientes que não querem uma projeção muito grande dos seios. São pouco utilizadas e pouco solicitadas pelas pacientes.

 

Prótese em forma de gota

fotos-de-proteses-anatomicas

Esse tipo de prótese possui uma projeção menor que as próteses de perfil alto e dão mais naturalidade aos seios. Porém, este tipo de prótese corre o risco de inverter-se, podendo ser necessário a realização de uma nova cirurgia para colocá-las no lugar.

 

Tipo de implantes

Devido a uma reação natural do corpo humano, uma cápsula fibrosa é formada ao redor de corpos estranhos, inclusive implantes de prótese de silicone. Essa cápsula fibrosa pode ficar dura e contrair o implante. Essa reação de contratura exagerada da cápsula pode deformar o implante mamário de silicone alterando a forma da mama. Chamamos essa complicação de contratura capsular

Implante liso: possui o maior índice de contratura capsular (5 a 6%).

– Implante texturizado: possui superfície com micro-rugosidades visando “quebrar” a formação da cápsula. Apresenta índices menores de contratura capsular do que as próteses de silicone lisas (2 a 3%). São as próteses de silicone mais utilizadas nas cirurgias de mama.

– Implante de poliuretano: possui sua superfície revestida com espuma de poliuretano. Apresenta os menores índices de contratura capsular (0,5%) entre as próteses de mama de silicone existentes, porém é mais sensível à palpação e possui maiores chances de dobras. Utilizada geralmente após contratura capsular intensa com prótese de silicone texturizada.

É sempre muito importante discutir com o seu médico qual é a prótese mais indicada para o seu caso. Cada mulher tem um tipo de corpo, um formato de mama e um objetivo diferente e cada um desses fatores deve ser analisado separadamente.

 

 

Fonte: Abril

 


Sites parceiros