[the_ad_group id="16401"]
Saúde Mental

Entenda como ser uma super-mulher no dia a dia sem ficar sobrecarregada

Por Redação Doutíssima 18/02/2015

A mulher moderna, a super-mulher, além de lidar com os imprevistos que aparecem naturalmente quando se tenta manter uma casa organizada, ainda tem que cuidar da aparência, ser uma profissional bem-sucedida, uma esposa dedicada e uma mãe exemplar.

 

super-mulher

Procurar equilíbrio emocional ajuda a diminuir o estresse da rotina agitada. Foto: iStock, Getty Images

 

Realmente os tempos são outros e, em pleno século XXI, nasce a super-mulher que consegue, ou pelo menos tenta, conciliar todas essas funções.

Entre uma tarefa e outra, a mulher deixa claro o que todos já deviam saber, o sexo feminino não é nada frágil. Entretanto, ainda são humanas e, por isso, em algum momento não darão conta de tudo isso como gostariam. Mas o que fazer para isso não acontecer?

A sociedade construiu uma imagem equivocada sobre essa mulher moderna e que infelizmente foi absorvida por muitas mulheres. A super-mulher não tem que resolver tudo sozinha.

Em casa, por exemplo, precisam existir divisões de tarefas para que essa mulher não fique sobrecarregada e tudo em volta saia do controle

Vida profissional e maternidade da super-mulher

A vida profissional e a maternidade são, atualmente, o maior dilema que a mulher contemporânea enfrenta. Dividida entre investir em sua carreira profissional ou dedicar-se à maternidade, a mulher se torna angustiada e até mesmo frustrada por não conseguir conciliar como deseja esse dois papéis.

Para as que pretendem investir nos dois caminhos, é importante lembrar que, em algum momento, a vida profissional e a maternidade vão exigir sacrifícios.

Procure carreiras que permitam que a carga horária seja reduzida e empresas que garantam seu retorno após a licença maternidade. Essas medidas podem amenizar a angústia sentida pela mulher em relação à vida profissional e à conciliação com a maternidade.

Para a mulher que resolveu investir na carreira profissional primeiro e deixou a maternidade em segundo plano, é essencial que se lembre que o relógio biológico é um dos piores inimigos que a super-mulher poderia ter.

Ter filhos após os 30 anos é um pouco mais complicado porque a infertilidade é maior devido ao envelhecimento dos óvulos. Por outro lado, a mulher nessa idade está mais madura e isso torna sua experiência como mãe muito melhor.

super mulher

Evite o estresse distribuindo as tarefas de casa com o marido e filhos. Foto: Shutterstock

 

A super-mulher e seu tempo

Cuidar dos filhos, dar conta do mercado de trabalho, ser uma namorada e esposa dedicada, entre outras tarefas, elevam o nível de estresse.

Portanto, a mulher precisa buscar um equilíbrio emocional, fazendo com que todas as pessoas, em sua volta, contribuam para as tarefas do dia a dia. O comportamento da mulher é essencial para as mudanças de hábitos na família. Você não deve exitar em distribuir as tarefas domésticas.

Em meio a essa rotina agitada, a super-mulher precisa encontrar uma maneira de organizar sua agenda para cuidar de sua saúde. Pode começar dormindo oito horas por dia. Descansar o suficiente faz com que você evite problemas, como excesso de peso, hipertensão e dores musculares.

Não esqueça de manter uma alimentação equilibrada e fazer exercícios físicos. Evite os industrializados e, se a falta de tempo for o motivo da má alimentação, invista em sanduíches naturais que são mais saudáveis. Dedique mais tempo à sua saúde e previna-se contra a obesidade.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]