Apesar de ser muito mais frequente em mulheres, o câncer de mama em homens também acontece. Estima-se que 1% dos pacientes atingidos por essa doença sejam do sexo masculino.

Para a Sociedade Brasileira de Mastologia, o principal motivo do avanço desse tipo de tumor em homens e do diagnóstico tardio é a falta de informação. O preconceito masculino em relação ao autoexame e a resistência em procurar um médico reduzem as chances de cura.

cancer de mama em homens shutterstock doutissima 2
Fator genético tem papel importante no surgimento do câncer de mama em homens. Foto: Shutterstock

Câncer de mama em homens: quais são as chances?

Assim como nas mulheres, o fator genético tem papel importante no surgimento do câncer de mama em homens. Quem tem casos da doença na família, independente do gênero, tem mais chances de ser acometido pelo problema

As mutações dos genes BRCA1 e BRCA2 são diretamente ligadas à probabilidade de câncer de mama em homens e mulheres e também, no caso delas, de ovário. Conhecer a predisposição genética cria um maior estado de alerta em relação ao surgimento de qualquer alteração na região das mamas.

Assim como nas mulheres, a idade também é um fator de risco. O National Cancer Institute, do sistema de saúde dos Estados Unidos, revela que grande parte dos pacientes que desenvolvem esse problema têm entre 60 e 70 anos.

Exposição à radiação é uma das causas desse tipo de câncer. Altos níveis de estrogênio (hormônio feminino) no organismo também são fator de risco para o aparecimento da doença. O distúrbio hormonal ainda pode ser causado por outras enfermidades, como cirrose ou problemas genéticos.

Ter o conhecimento das principais causas da doença permite ações de prevenção ou de diagnóstico precoce, que diminui as chances de tratamentos invasivos e o risco de morte. Ao perceber qualquer sinal de anormalidade na sua saúde, procure um médico.

cancer de mama em homens infográfico doutíssima

Reconheça o câncer de mama masculino

Segundo o National Health Service, do Reino Unido, o câncer de mama em homens se forma em uma pequena área de tecido mamário atrás dos mamilos. Geralmente, a doença é detectada pelo surgimento de um caroço duro e indolor nessa região do corpo.

Outros problemas relacionados ao câncer de mama em homens são as mutações no mamilo. Ele pode retrair, se tornar inchado e com aspecto inflamado ou ainda liberar alguma substância em razão da doença.

Se esses sinais forem ignorados, a progressão do câncer causa dores nos ossos, aumento dos gânglios linfáticos, fadiga e coceira na pele. Esses sintomas indicam metástase, que é quando a doença atinge outros órgãos do corpo que não o de origem da doença.

O tratamento é feito com a remoção do caroço na mama através de cirurgia. Em alguns casos, os médicos recomendam quimioterapia ou radioterapia para eliminar células malignas restantes e impedir o retorno do câncer.

A terapia hormonal para o bloqueio de estrogênio também é recomendada na maioria dos casos. A falta desse hormônio impede a reincidência da doença.

As chances de cura variam conforme a progressão da doença no momento do diagnóstico, a idade e outros fatores de saúde. Apenas uma equipe médica poderá recomendar o tratamento adequado para cada caso e informar o paciente sobre as chances e o tipo de procedimentos necessários para livrar-se do câncer.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!