O câncer é uma epidemia global. De acordo com informações do Instituto Nacional de Câncer (INCA), mais de 12,7 milhões de pessoas no mundo são diagnosticadas com a doença anualmente e cerca de 7,6 milhões morrem em decorrência dela. Agora, é a relação entre carne e câncer que está na mira das entidades.

Na busca por compreender os fatores que podem contribuir para o desenvolvimento de um tumor cancerígeno, os especialistas decidiram investigar os alimentos. E os resultados foram alarmantes: de acordo com um documento oficial Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo de carnes embutidas aumenta em 18% o risco de câncer colorretal.

A constatação veio a partir de uma pesquisa feita por 22 especialistas de dez países diferentes. Eles detectaram que o consumo de 50 gramas de salsicha, presunto, bacon e outras carnes processadas já garante o risco maior da doença. A solução, portanto, seria uma alimentação mais natural, feita com ingredientes caseiros.

Para entender melhor a relação entre carne e câncer, veja o infográfico:

carne e cancer-doutissima