Exercícios

Saiba como a tensegridade muscular ajuda a prevenir lesões

Por Redação Doutíssima 10/11/2015

Será que é possível prevenir lesões durante os exercícios físicos? Com a técnica de tensegridade muscular, traumas de atividades não sucedidas podem ser evitadas. Originário da física, o conceito promove a integridade das tensões. Ou seja, usa-se da tração e a compressão de forma combinada para alcançar estabilidade e resistência de movimentos.

Para o corpo humano, trata-se da capacidade de manter um equilíbrio entre ossos, músculos e diversas articulações.

tensegridade muscular istock getty images doutíssima

Técnica procura manter um equilíbrio entre ossos, músculos e articulações. Foto: iStock, Getty Images

 

Como a tensegridade muscular atua

Para evitar traumas nos músculos ou ossos durante as atividades físicas, é essencial que ambos estejam em harmonia de movimentos. O termo utilizado para a técnica de prevenção surge de uma propriedade da ciência que se aplica em materiais cujos componentes usam de compressão e tração para ganhar resistência e estabilidade.

De maneira geral, é caracterizada pela relação entre forças contrárias, a qual a compressão é descontínua e a tração é contínua. De acordo com Dênis Crozariol, personal trainer especialista em reabilitação, a tensengridade muscular busca primeiramente manter a integridade do corpo.

“Ao utilizarmos como método de treinamento, devemos buscar manter sempre equilíbrio entre as estruturas utilizadas nas diversas modalidades esportivas. Um forte aliado da tensegridade pode ser a avaliação postural, por exemplo, pois nela somos desenvolvidos, seja por um programa de treinamento equivocado, ou por descompensações posturais ocupacionais”, explica.

Com isso, o início do programa de qualquer treinamento será para corrigir essas “falhas corporais”. Para o profissional, é desse modo que se torna possível manter a integridade física do aluno, para de fato iniciar a busca de seus objetivos.

Nesse caso, todos exercícios propostos devem ser feitos sob a orientação de profissionais com noções básicas de postura, biomecânica e cinesiologia, a ciência da análise dos movimentos.

Vantagens da técnica

Para Crozariol, ao manter um corpo estável, as respostas e os resultados aos estímulos dados poderão ser mais rápidos, pois não terão diferenças de força em uma mesma articulação. Quando ocorre essa desigualdade, é gerada uma onda de alterações nos padrões de movimentos e, consequentemente, a estrutura envolvida no movimento – ou seja, o corpo todo – estará comprometida, segundo o profissional.

O personal afirma que ao optar pela tensegridade muscular, no momento em que o corpo recebe um estímulo ou se move há uma solicitação mecânica de tensão. “Essa solicitação gera uma cascata de estímulos, na qual um sistema todo entrará em ação para atender essa provocação, havendo uma adaptação funcional para que o movimento aconteça de forma perfeita”, descreve.

De acordo com o personal trainer, outro processo da tensegridade é a ação de compressão músculo esquelética, ou seja, durante o processo de contração muscular, há uma compressão nos ossos, causando um fortalecimento mútuo, devido às pressões impostas pelo músculo. Os ossos se fortalecem para “aguentar a pressão”, o que ajuda na prevenção e tratamento da osteoporose.

Para manter a tensegridade muscular, aulas de ginástica em grupo, atividades na água, como natação e hidroginástica, musculação e também pilates podem auxiliar na correção da postura e de movimentos de ossos e músculos.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 


Sites parceiros