Manias e crenças, em algum nível, todo ser humano tem. Mas você se considera uma pessoa supersticiosa? De acordo com a psicóloga Cecília Zylberstajn, a superstição ocorre quando se desenvolve uma crença de que um objeto ou comportamento causam algo, sem que haja, de fato, uma relação necessária entre os dois.

Ser supersticiosa não é necessariamente bom ou ruim. Mas é preciso ter cuidado quando a crença começa a ser um fator limitador, ou seja, quando ela ganha muita ênfase e passa a ditar comportamentos. Quer descobrir se a superstição tem um papel importante na sua vida? O teste a seguir pode ajudar:

 


DEIXE UMA RESPOSTA