Bem-Estar > Psicologia > Slider Home

Confira cinco dias práticas para vencer a timidez

Por Tatiana Barros 07/10/2016

A timidez é um problema que pode afetar intensamente a segurança emocional de quem sofre disso. Embora não seja considerada uma doença sob o ponto de vista clínico, ela deve ser tratada e controlada para que não afete o convívio social, atrapalhando a vida em diferentes âmbitos. Mas o que determina a timidez? Segundo a psicóloga e líder coach Maura Albanesi, alguns fatores indicam que uma pessoa é tímida. Dois exemplos disso são: ter vergonha exagerada de expor as suas ideias e travar em, por exemplo, uma reunião de trabalho, mesmo sabendo o que vai falar. “O tímido tem sempre um medo muito exagerado do que vão pensar dele. É isso que está por trás da timidez: ele não quer se expor porque teme ser ridicularizado, então ele vai encolhendo toda sua potência”, explica.

Confira dicas para vencer a timidez. (Foto: Istock)

Confira dicas para vencer a timidez. (Foto: Istock)

Como vencer a timidez?

Maura Albanesi explica que a timidez se torna um problema patológico quando o medo de ser julgado domina a pessoa de tal forma, que ela passa a evitar contato social. Essa é uma maneira que ela encontra a fim de evitar passar por esse sentimento ruim. “A fobia é justamente isso: evitar o objeto fóbico. E nesse caso, o objeto fóbico do tímido é o contato com as outras pessoas. Então, ele tenta fugir disso e vai ficando cada vez mais recluso e antissocial. Por isso, é tão importante tratar logo essa timidez para não chegar a esse ponto”, alerta.

Para quem se identifica com esse quadro, a psicóloga dá cinco dicas fáceis de serem aplicadas no dia a dia para ajudar a combater a timidez. Confira:

1. Entenda que o mundo não é seu inimigo
“A primeira coisa que se deve fazer é entender que o mundo não é seu inimigo. Por mais que você ache que sim, as pessoas não estão ali para te atacar ou ridicularizar. Elas buscam trocas”.

2. Você não é o centro das atenções!
“Inconscientemente, todo tímido é orgulhoso e acha que, assim que ele adentrar um lugar, todos vão parar o que estão fazendo e olhar para ele. Isso não acontece! Relaxe!”

3. Não exija ser perfeito!
“Você não precisa ser o melhor, basta ser você mesmo, o que já é excepcionalmente incrível.”

4. Respeite as diferenças!
“Ser igual a todo mundo é chato. Normalmente o tímido se espelha em quem quer ser. E isso não gera o menor interesse. O belo da vida e das pessoas são as características individualizadas.”

5. Permita-se falar a primeira coisa que lhe vier à mente.
“Quanto menos você pensar nas reações dos outros, melhor. Até porque elas são meras invenções da sua cabeça.”

Diante da dificuldade até mesmo em colocar essas ações em prática, procure ajuda profissional. A terapia é um grande aliado para se entender melhor e enfrentar seus medos e fobias. Para saber mais sobre bem-estar e psicologia, não deixe de acompanhar as matérias do Doutíssima. Você pode ainda curtir a nossa Fan Page no Facebook e ver primeiro todas as nossas novidades.


Sites parceiros