[the_ad_group id="16401"]
Dica do Nutricionista > Qualidade de vida

Soja: o segredo da eterna juventude

Por Redação Doutíssima 02/05/2013

05.01 soja

Além dos seus benefícios para a saúde, a soja também pode melhorar a função cognitiva, proteger contra osteoporose e aliviar os sintomas da menopausa. Com a perda do apelo da terapia de reposição hormonal, a soja tornou-se cada vez mais procurada como um substituto em potencial. Ela contém hormônios vegetais, também chamados de fitoestrógenos, o que poderia compensar os baixos níveis hormonais durante a menopausa.

Mas os efeitos sobre o corpo ainda são controversos. Grandes estudos têm dúvidas sobre as propriedades de soja para aliviar os sintomas da menopausa. A Agência Francesa de Segurança Alimentar (AFSSA) também destaca o fato de que nenhum dos efeitos foram comprovadas cientificamente. No entanto, um estudo recente realizado durante um ano com dois grupos mulheres na menopausa em que uma parcela recebia soja e as outras, um placebo demonstrou que os casos dos famosos ‘calorões’ foram reduzidas em mais de 45% e casos extremos foram reduzidos em 30%.

Soja para a função cognitiva

A soja também pode aumentar seus neurônios. Vários estudos têm demonstrado um efeito preventivo no declínio cognitivo. Uma pesquisa recente produziu fortes evidências de uma ligação entre o consumo de soja regularmente entre pessoas com mais de 60 anos e melhores nos resultados em provas escritas. Outros estudos resultaram na melhoria da memória em longo prazo, mas nestes casos o efeito foi mais visível em mulheres jovens. Mas, apesar destes resultados promissores, os benefícios da soja no cérebro são um tanto quanto difíceis de serem comprovados.

Soja para os ossos

Enquanto a virtude da soja para reduzir os ‘calorões’ permanece controversa, a planta tem um efeito benéfico claro para as mulheres na menopausa: ela fortalece os ossos. Diversos estudos têm demonstrado que a soja ajuda a prevenir a osteoporose. Uma pesquisa realizada com 24 mil pessoas na China revela uma ligação direta entre o consumo de soja e uma redução do risco de fraturas ósseas durante a menopausa. O efeito benéfico acontece por causa da combinação de fitoestrogênios e proteínas vegetais. Diferentes formas de soja pode também ter um impacto sobre os benefícios. Tonyu (leite de soja) é particularmente eficaz na redução do risco de fraturas.

A soja também beneficia os homens

E não são só as mulheres que podem se beneficiar de soja, apesar dos estudos msotrados apontarem para isso. A soja pode ser particularmente boa para a próstata. A ingestão regular de alimentos à base de soja tem sido associada a um nível mais baixo da proteína Prostate Specific Antigen ou PSA no sangue. Esta proteína é um indicador de doenças que afetam a próstata. Embora não sejam suficientes, estudos têm sido realizados para estabelecer uma ligação direta entre o consumo de soja e a redução do risco de câncer de próstata.

Fonte: Alain Souza – doctissimo.com

Tradução e adaptação: Luiza Barreto

 


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]