[the_ad_group id="16401"]
Nutrição > Qualidade de vida

Alimentos que influenciam a ansiedade

Por Redação Doutíssima 21/05/2013

Extraído de Mind Flowing

Resultado do estresse, da falta de segurança, de problemas com autoconfiança ou simplesmente por alguma razão desconhecida, a ansiedade acomete muitas pessoas. Causa uma sensação ruim, de desconforto e com o tempo, pode levar a consequências mais sérias, além de fazer o dia render bem menos devido ao cansaço.

Existem várias formas de combater a ansiedade, incluindo tratamento médico e acupuntura ou atividades como ioga, por exemplo. Mas, por que não tentar mudar um pouco sua alimentação primeiro? Se não for suficiente, pode-se então partir para outra alternativa em paralelo.

Extraído de R7

Existem tanto alimentos que aumentam a ansiedade como alimentos que a previnem e a combatem. Álcool, cafeína e alimentos gordurosos ou oleosos podem causar muita estimulação ao cérebro ou serem difíceis de digerir, o que contribui para deixar qualquer pessoa mais ansiosa que o normal. Por outro lado, há uma série de comidas e bebidas que ajudam a controlar este mal, a exemplo de:

  • Chá de camomila: reconhecido tanto na crendice popular quanto em estudos como elemento com efeito calmantes;
  • Carboidratos complexos: arr oz, feijão, aveia, milho, batata, pães, massas, cereais e legumes . No caso de arroz, pães e massas, ideal é que sejam integral. Esses carboidratos, além de darem uma sensação maior de saciedade, acalmam. O mesmo não acontece com os carboidratos simples (doces e açúcar, por exemplo);
  • Consumir proteínas no café da manhã: dão energia e a deixam mais disposta, o que contribuirá para um nível menor de ansiedade;
  • Alimentos ricos em zinco: o zinco tem forte atuação sobre o sistema nervoso central, melhorando a resposta do cérebro à ansiedade. O zinco pode ser encontrado em peixes, ovos, frango, abóbora e soja;
  • Alimentos ricos em vitamina C: trata-se uma vitamina anti-estresse, tranquilizando e aumentando a imunidade. Pode ser encontrada na laranja, no brócolis, no limão e na manga, dentre outros;
  • Alimentos ricos em vitamina B5: a vitamina B5 aumenta a produção de serotonina e de dopamina. Presente em peixes, pão de centeio, nozes, carne de porco, carne de boi e cogumelos.

Além de uma boa alimentação, nunca é demais manter uma vida saudável, ou seja, sair do sedentarismo e cultivar boas relações com os demais. Tudo isso a deixará uma pessoa mais calma, disposta e sociável.

Fontes:

Wiki How to do Anything

Livestrong.com


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]