Beleza > Cabelos

Reparador de pontas funciona mesmo?

Por Redação Doutíssima 29/05/2013

images

Toda mulher que sofre com as pontas duplas, triplas e quádruplas já conhece o produto. O famoso reparador de pontas, também conhecido como silicone para cabelos, promete fechar as cutículas capilares e eliminar as temíveis pontas separadas que dão aspecto seco à cabeleira.

O fio capilar é dividido em três partes. A mais interna é a medula, que é responsável pela distribuição de nutrientes. Em seguida, vem o córtex, responsável pela força e elasticidade. Por último, a cutícula, formada por camadas que se unem e se mantém unidas graças à ceramida e à gordura natural dos fios. Se esses dois componentes não estão presentes, ou estão em menor escala, as escamas se abrem e expõem a medula, formando as pontas duplas, triplas, quádruplas e quíntuplas. Para piorar, o sol, a poluição, o ar seco, os tratamentos químicos, o secador e a chapinha de cada dia desgastam ainda mais os fios.

fio

 

O reparador de pontas, por sua vez, é um óleo ou silicone que funciona como uma espécie de cola. Ele forma uma camada protetora ao redor do fio evitando mais agressões e a desidratação, dando tempo para a medula capilar se recompor. Mas o reparador de pontas não faz milagres e nem trata o cabelo. Como uma fórmula de emergência, melhora a aparência apenas enquanto o cabelo não é lavado. Com o uso do xampu, a proteção vai embora e é necessária a aplicação mais uma vez. Para quem usa silicone todos os dias, é importante apostar em um xampu anti-resíduos uma vez por semana, para eliminar os traços do produto antes de reaplicá-lo.

Para evitar as pontas duplas, a receita é apostar na hidratação periódica com máscaras capilares à base de colágeno. Se seu cabelo já tem pontas duplas, a solução é drástica – só se resolve na tesoura. Os especialistas dizem que é necessário aparar as pontas a cada três meses, para eliminar a parte danificada e permitir que o cabelo cresça mais saudável.   

Fonte: Oficina da Moda


Sites parceiros