[the_ad_group id="16401"]
Filhos

Os 7 choros do bebê e como acalmá-los

Por Redação Doutíssima 24/10/2013

Por que os bebês choram ?

Isso acontece com todos e isso é perfeitamente normal. Mesmo as crianças perfeitamente saudáveis ​​choram e, por vezes, entre uma e três horas por dia.

Seu bebê não pode fazer nada sem você e precisa de você para tudo, seja para se alimentar, receber carinho ou o conforto necessário para o seu desenvolvimento. O choro é praticamente a única forma que ele tem para expressar suas necessidades e atrair a atenção dos adultos.

Às vezes é difícil entender o que os choros do bebê querem dizer: será que ele está com fome, frio, sede? Será que ele está entediado, triste, quer um abraço? Os primeiros dias com o bebê pode ser confuso, porque você não tem certeza do que seu filho quer. Isso pode até ser uma fonte de preocupação: Será que o meu bebê está bem?

bebe-chorando

Você vai aprender com o tempo a reconhecer os diferentes choros do seu filho e antecipar suas necessidades. Conforme ele for crescendo, ele vai descobrir outras maneiras de se comunicar com você, ele vai começar a controlar a troca visual, a fazer barulhos e sorrir. Pouco a pouco a sua necessidade de chorar para ter atenção vai diminuir.

Alguns bebês choram mais do que outros, ou em determinados momentos do dia, muitas vezes à noite. Se você está lutando para acalmar o seu bebê, talvez ele esteja tentando dizer:

 

1) Estou com fome

A fome é a maior causa do choro dos bebês. E quanto mais novo ele for, maior a chance de que o choro seja de fome.

O estômago dele é muito pequeno, portanto não aguenta muito tempo e ele pode estar com fome mesmo se não faz muito tempo da última refeição. Assim que ele chorar, ofereça-lhe leite. Nos primeiros dias após o nascimento de seu bebê, você vai precisar alimentar seu filho muitas vezes de qualquer maneira, a fim de promover o aumento do seu leite materno.

 

2) Minha fralda está suja

O seu bebê vai reclamar se ele estiver se sentindo apertado nas roupinhas ou se a fralda estiver molhada ou suja. Porém, alguns bebês não se sentem incomodados se a fralda está suja, desde que se sintam suficientemente quentinhos e confortáveis. Mas se a pele do seu bebê que é muito sensível estiver irritada, existem grandes chances de que ele comece a chorar. Trocar a fralda pode resolver.

 

3) Estou com muito calor ou muito frio

Alguns bebês detestam trocar fraldas ou tomar banho. Eles não estão acostumados à sensação de ar fresco sobre a pele e preferem continuar agasalhados e quentinhos. Logo, logo você aprenderá a trocar a fralda do seu bebê em tempo record!

Tenha cuidado para não exagerar na quantidade de roupas do seu bebê, pois pode ser que ele sinta muito calor. Geralmente, o seu filho se sentirá à vontade com uma camada de roupas a mais que um adulto.

Utilize lençóis e colchas em um tecido fresco para o berço. Se estiver frio, acrescente um edredon ou um cobertor mais grosso. Para saber se seu filho está bem, sem muito calor ou muito frio, sinta a temperatura da barriguinha.

Não confie na temperatura das mãos ou dos pés, pois elas são geralmente frias. O quarto do seu bebê deve ser mantido a 18°C.

Quando colocá-lo no berço, certifique-se de que os seus pés estão no fundo do berço, pois assim ele não irá muito longe sob os cobertores durante à noite e não sofrerá de calor.

 

4) Preciso de um carinho

bbdfghfAlguns bebês têm uma grande necessidade de carinhos, de contatos físicos e de se sentirem seguros.

O seu bebê pode simplesmente estar com vontade de um pouquinho de colo. Porém alguns pais têm medo que isso faça com que a criança venha a ser muito manhosa por irem no colo com frequência, porém durante as primeiras semanas de vida não há problema. Os recém-nascidos têm uma grande necessidade de se sentirem seguros fisicamente.

Provavelmente seu bebê goste de se sentir quentinho e seguro como quando ele estava na barriga da sua mamãe. Para recriar essa sensação no berço, coloque o cobertor bem próximo ao corpinho dele. Porém alguns bebês não gostam da sensação de estarem “embalados”, nesse caso, experimente criar um ambiente seguro e agradável para ele com canções de ninar. Se nada resolver, pegue-o no colo. Ele vai com certeza se acalmar escutando os batimentos do coração da mamãe ou do papai!

 

5) Estou com sono

Nós temos uma tendência a acreditar que os bebês dormem em qualquer lugar e a qualquer momento. Porém, muitos bebês têm dificuldades para pegar no sono, principalmente se estão muito cansados. Rapidamente você começará a conhecer os sinais de cansaço do seu filho: se ele chora e resmunga, se está mais calmo e imóvel que de costume ou se seu olhar está perdido no vazio, existem grandes chances de que ele esteja com sono!

Se o seu bebê foi muito solicitado pelas visitas, provavelmente ele foi muito estimulado. A luz, o barulho, passar de braço em braço de um monte de gente “desconhecida”, tudo isso pode ser muito difícil para um bebê. E quando é hora de ir dormir, ele pode ter problemas em se acalmar.

Alguns bebês podem armar um showzinho de choro quando tem muita gente em casa ou no fim do dia. É o seu jeitinho de dizer que ele está cansado. Leve-o a um lugar calmo e ajude-o a se acalmar.

 

6) Não estou me sentindo bem

Se o seu bebê chora, pode ser porque ele se irrite facilmente. Ele precisa de tempo para se acostumar com o mundo ao redor. O temperamento do seu bebê talvez seja o de uma criança que chore muito e que não goste de ser manipulado o tempo todo. Pegue-o com calma e evite o excesso de estímulos.

Mas pode ser que o seu bebê não esteja com fome, esteja limpo e confortável, mas continue a chorar.

Observe as mudanças de comportamento do seu bebê. Se algo não está bem, ele com certeza vai chorar de maneira diferente. E se você tiver a impressão de que algo está errado, procure o pediatra.

Os profissionais da saúde levarão sempre a sério as suas preocupações. Procure seu pediatra se seu bebê tem dificuldade para respirar quando ele chora ou se o choro é acompanhado de febre, vômito, diarréia ou prisão de ventre.

 

7) Preciso de algo… Mas não sei o que

Provavelmente você terá dificuldade em entender o significado do choro do seu bebê em alguns momentos. Mas não se preocupe, pois é absolutamente normal.

As cólicas podem provocar choros inconsoláveis que vêm e voltam três horas por dia e, pelo menos, três dias por semana. Se o seu bebê tem cólica, prepare-se para escutá-lo chorar e refusar que você tente consolá-lo.

Infelizmente, não existe nenhum tratamento mágico contra as cólicas, mas geralmente elas não duram mais de três meses.

 

Se o seu bebê continua a chorar, tente algumas táticas como pegá-lo no colo embalando-o com um pequeno ritmo para que ele se acalme ou então faça uma massagem na barriga, pois isso ajuda a aliviar as cólicas. Às vezes, mesmo um bom banho quentinho pode resolver a choradeira. Mas se a crise persistir, não hesite em procurar um médico.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]