[the_ad_group id="16401"]
Nutrição

6 Verdades e mentiras sobre o leite

Por Redação Doutíssima 13/12/2013
Todo mundo acha que o leito é aquele alimento quase perfeito que pode ser consumido por todos, em qualquer momento. Mas, será que o leite merece mesmo toda a fama que tem? Confira com o Doutíssima 6 verdades e mentiras sobre esse alimento.

 

leite

1. Crianças e adolescentes devem beber muito leite

Verdade e mentira. Apesar de alguns malefícios, o leite é menos prejudicial que outras bebidas, como refrigerantes e sucos de caixinha, que são ricos em açúcar. Estimular a criança a tomar leite ajuda a evitar o consumo dessas bebidas. Há também leite de origem biológica que não sofre processos industriais, mantendo a qualidade original como fonte de cálcio, proteínas, vitaminas e minerais.

 

2. O leite de vaca prejudica a saúde

Verdade. A maior parte do leite disponível no mercado hoje em dia pode prejudicar a saúde. E a culpa é do processo de industrialização, que faz com que as vacas sejam alimentadas produtos tratados com pesticidas ou com hormônios, para estimularem a produção de um maior volume de leite do que o normal.

3. Problemas respiratórios estão associados ao leite

Nem sempre é verdade. Além dos fatores hereditários, a alimentação irregular e o stress contribuem para a formação de mucosidades responsáveis por doenças respiratórias. No entanto o leite ao provocar também mucosidades é apenas mais um dos fatores associados à asma e à alergias.

4. O leite previne a osteoporose

Mentira. O leite industrializado não previne a osteoporose. A pasteurização do leite destrói todas as enzimas. Uma delas, a fostatase, é essencial para a absorção do cálcio. De que adianta o leite conter cálcio se a sua absorção está prejudicada? Na prática, tudo se passa como se esse leite fosse pobre em cálcio. Estudos revelam que nos países em que as pessoas consomem mais produtos lácteos há maior incidência de osteoporose .

5. Deve-se tomar leite de origem biológica

Verdade, mas… O leite de origem biológica provem de vacas criadas em condições adequadas à raça, alimentadas com produtos naturais sem modificações genéticas. Se este leite não sofrer um processo de homogeneização e industrialização desadequado é uma boa fonte de cálcio e proteínas. Mesmo assim há opções melhores para pessoas com colesterol elevado ou sensíveis à lactose.

6. Onde obter cálcio e proteínas?

Existem várias alternativas para obtenção do cálcio e proteínas que as pessoas habitualmente procuram no leite. Couves, feijão, peixe, leite de soja, cereais integrais, amêndoas e nozes são alimentos cuja ingestão em quantidades adequadas proporcionam o cálcio e as proteínas de que necessitamos.

Ainda não leu?

7 maneiras de transformar sua alimentação

Leites em pó para bebés podem ter bactérias

Reduza o estresse no trânsito com sete dicas

8 Dicas para uma vida saudável com uma dieta melhor

8 Alimentos que não podem faltar no prato das criança

5 Verdades sobre a dieta

6 Conselhos para perder peso em casa


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]