[the_ad_group id="16401"]
Medicamentos

Médico explica o uso do botox no tratamento de suor excessivo

Por Dr. Victor Sorrentino 16/01/2014

hiperidrose

Dr. Victor Sorrentino explica que o botox não é utilizado somente para deixar as pessoas mais jovens. O uso do botox também é importante no tratamento, por exemplo que suor excessivo. Entenda.

– Para quais casos de excesso de suor é indicada a aplicação de botox?

As regiões mais comuns em que costuma-se indicar a aplicação da toxina botulínica como tratamento são mãos e axilas. São geralmente as áreas do corpo em que a sudorese excessiva se torna incômoda para as pessoas. Tal alteração denomina-se Hiperhidrose.

– Como o paciente pode saber se a produção de suor dele não é normal?

O padrão de normalidade para algumas situações na medicina são definidos individualmente. Teoricamente, Hiperhidrose é definida como sudorese que ultrapassa a necessidade de termorregulação (controle da temperatura corporal). Como não existem formas fidedignas de quantificar o volume de sudorese perdido de cada indivíduo, o fator pessoal, ou seja, o quanto este sintoma está atrapalhando ou causando transtornos à vida daquela pessoa acaba sendo ponderado pelo médico ao avaliar seu paciente.

axilla_botox

– Quanto tempo após a aplicação é possível perceber os efeitos do botox? E quanto tempo dura o efeito?

A Toxina Botulínica começa a fazer efeito cerca de 3 a 4 dias após a aplicação e com 10 dias podemos dizer que seu efeito está completo. Botox é o nome de um dos medicamentos, o primeiro a produzir tal toxina, e hoje existem mais tipos de toxinas no mercado. cada um com suas particularidades e tempo específico de duração.

De qualquer forma, o tempo varia de 4 meses a 1 ano, dependendo do medicamento e também de fatores fisiológicos da pessoa.

 

– Em que lugares do corpo o uso do botox pode ser aplicado para casos de suor excessivo?

Na realidade, a contraindicação ao uso da toxina botulínica leva em conta a função dos músculos, isto é, basicamente músculos que exercem funções vitais ou usados diretamente por estruturas nobres, não devem ser paralisados. Como as regiões mais afetadas são as mãos e as axilas, pode-se aplicar com segurança nestas áreas, porém pode-se também na testa por exemplo, quando há também aumento da sudorese.

Cabe ao médico especialista avaliar se há indicação e se existe a possibilidade de aplicação da toxina na área em que o paciente refere incômodo.

 

– Em matérias sobre o assunto, pacientes já relataram o aumento de suor em outras partes do corpo, após a aplicação do botox. Isso realmente acontece?

O que fazer nesses casos?

Existe uma confusão quanto a este assunto. As opções de tratamento para hiperhidrose são: aplicação de toxina botulínica e simpatectomia.

A Simpatectomia é uma cirurgia realizada por cirurgiões torácicos, onde se realiza uma secção de um segmento de determinado(s) nervo(s) que se encontram na parede interna do tórax e, apesar de ser um tratamento cirúrgico realizado atualmente por videoendoscopia, é seguro e eficaz. Porém, existe uma chance de acontecer um aumento da sudorese em outras regiões do corpo, o que chamamos de Hiperhidrose compensatória. Em torno de 5 a 10% , a Hiperidrose Compensatória é desagradável e em casos raros pior do que a situação anterior. Alguns pacientes se queixam de suor no abdomem, nas costas, na região inguinal, em parte do rosto, ou nos pés. O aparecimento da Hiperidrose Compensatória, não depende da perícia do cirurgião, porque não é uma complicação, e sim um efeito colateral do tratamento que pode ocorrer de maneira diferente para cada paciente, portanto  é fundamental que o paciente seja orientado e esclarecido sobre todas estas possibilidades, pois o sucesso de qualquer tratamento médico se inicia pela relação médico-paciente.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]