Pouco conhecida, a vitamina K e suas variações podem impedir o surgimento de diversas doenças, como a osteoporose e a arteriosclerose. Saiba mais! 

 

vitamina k

 

A vitamina K é essencial para a saúde dos ossos, podendo ser encontrada existe em duas formas principais: K1 e K2. As variáveis, apesar de serem consideradas da mesma família, não são intercambiáveis, segundo estudos clínicos. Dentro da cadeia da vitamina K2 existem as menaquinonas, dentre as quais podemos destacar as menaquinona-4 e menaquinona-7 (estas constituem as principais fontes da forma K2).

Em nossa alimentação diária as principais fontes destas vitaminas são os vegetais de folha verde, no caso da vitamina K1, além do queijo e natto (feijões de soja fermentados) para a K2.

A vitamina K2 está relacionada principalmente à coagulação sanguínea, integridade das paredes das artérias, e regulação do teor mineral ósseo. Ela é sintetizada por bactérias intestinais e a forma menaquinona-7 tem qualidade superior quando comparada com outra vitamina da mesma família.

O uso desta vitamina como ingrediente no Brasil é aprovado pela Anvisa, além de ser recomendada para ajudar na manutenção dos ossos. Esta vitamina potencializa também a ação da vitamina D e auxilia a proteção do organismo contra o acúmulo de cálcio na parede dos vasos sanguíneos, melhorando também a saúde cardiovascular. O armazenamento do cálcio nas artérias pode causar artrose, arteriosclerose e cálculo renal.

Sabendo que esta vitamina auxilia na manutenção dos ossos, a sua ingestão ajuda a prevenir a osteoporose, que é uma doença caracterizada pela baixa densidade mineral massa óssea. Com isso, diminui a possibilidade de fraturas causadas por esta doença, que é considerada como um importante problema de saúde nas sociedades modernas.

Problemas de saúde causados pela deficiência da Vitamina K:

– Hemorragias

– Deficiência no processo de coagulação do sangue

– Formação de placas endurecidas nas artérias

– Osteoporose

Fontes principais: 

– Folhas vegetais verdes (couve, repolho, alface, acelga, espinafre, etc.)

– Brócolis

– Fígado bovino

– Fígado de frango

– Germe de trigo

– Gema de ovo de galinha

Alimentos ricos em vitamina K2 

Natto

Queijo duro

Queijo de pasta mole

A gema de ovo

Manteiga

Fígado de galinha

Salame

Peito de frango

Bife

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

15 vitaminas e minerais vitais para a sua saúde

Idosos que comem peixes têm maior expectativa de vida, afirmam cientistas americanos

Vitamina D e agilidade mental: conheça os alimentos melhoram o raciocínio dos idosos

7 Alimentos que não podem faltar na dieta dos idosos

Cuidados que os idosos devem tomar com os remédios

Os benefícios da hidroginástica para idosos

8 Dicas de maquiagem para idosos


DEIXE UMA RESPOSTA