[the_ad_group id="16401"]
Filhos

Confira 7 dicas para você estimular o bebê a andar

Por Redação Doutíssima 09/10/2014

A espera de um bebê é um momento de ansiedade. Como será seu rostinho? Como ele irá se comportar? Tudo gera expectativas. E, em meio a essa gama de curiosidades, muitos pais se preocupam em quando seus filhos irão começar a andar e falar.

Ainda que cada criança tenha seu tempo – que deve ser respeitado – é possível estimular o bebê a andar. Quer saber como? Então confira:

estimular-o-bebê-a-andar

Pais podem ajudar filhos a dar os primeiros passos o quanto antes. Foto: iStock, Getty Images

Como estimular o bebê a andar

1. Incentive o bebê

Uma forma muito eficiente de estimular o bebê a andar é por meio do incentivo. Você pode, por exemplo, ficar a um metro da criança e chamá-la. Ela irá se esforçar para chegar até você.

Também pode ajudá-la a ficar em pé na ponta do sofá para que caminhe até a outra – onde você a espera. Usar brinquedos é outra dica. Afaste-os para que seu filho, aos poucos, tente pegá-los.

2. Use as mãos

Um jeito muito útil e confortável é ser o apoio que ele precisa nesse momento. Como? Segure as duas mãozinhas do seu filho e vá caminhando junto com ele. Depois, segure apenas uma, até que ele se sinta seguro e você consiga soltar a outra. No entanto, tenha calma, pois vai levar um tempo até a criança se adaptar a isso.

3. Passe segurança para a criança

É compreensível que ver os primeiros passos de uma criança pode ser assustador, pela preocupação com o risco de quedas. No entanto, a sua postura firme e segura é um ponto fundamental para estimular o bebê a andar. Se ele cair, socorra.

Porém não demonstre desespero em situações assim, para que ele não associe a queda ao fato de que caminhar pode ser ruim. Além disso, se seu filho tropeçar ou derrubar algo, alerte-o de forma carinhosa. Broncas agressivas ou impacientes podem retrair a criança e até atrasar seu desenvolvimento motor. Ele precisa receber segurança nesse momento.

4. Abra mão do andador

O andador é um mito. Ele não vai estimular o bebê a andar – bem pelo contrário. O andador pode atrasar o desenvolvimento psicomotor do seu filho, fazendo com que leve mais tempo para ficar de pé e caminhar sem apoio. Isso sem falar que ele encurta uma etapa importante, o engatinhar.

5. Deixe-o descalço

Com os pés livres, ele se sentirá mais firme e seguro para encarar o chão. Esqueça calçados duros demais. Opte por tênis molinhos, confortáveis e no tamanho certo.

6. Estimule a curiosidade

Levar o seu filho para um passeio em um lugar diferente é uma boa forma de estimular o bebê a andar. Isso pois um bichinho ou uma folha grande de árvore podem aguçar sua curiosidade, estímulos para que queira andar e chegar mais perto.

7. Deixe-o livre

Também é importante deixar que o bebê experimente novidades. Por isso, deixe o bebê experimentar o chão, fazer suas próprias rotas, procurar os melhores caminhos, descobrir texturas com os pés e as mãos.

Essas novas sensações irão fazer com que ele se desenvolva motoramente mais rápido. Porém, esqueça comparações. Cada criança tem o seu tempo para começar a andar e esse não deve ser um ato forçado.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]