[the_ad_group id="16401"]
Saúde

Guia de vacinação: conheça as vacinas para cada faixa etária

Por Redação Doutíssima 13/12/2014

Nosso corpo está, todos os dias, em qualquer lugar, exposto a uma infinidade de vírus, bactérias e outros agressores. Criadas para proteger nosso sistema imunológico, as vacinas desenvolvem a resistência corporal através da injeção de toxinas no nosso organismo. Para organizar este processo de prevenção, criou-se o guia de vacinação.

 

Guia de vacinação completo para toda a vida

 

O guia de vacinação permite que nos organizemos ao longo da vida, descobrindo qual vacina está indicada para cada faixa de idade. A cada ano, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 2 a 3 milhões de mortes no mundo são evitadas através da “injeção” ou das “gotinhas”.

 

Esses produtos, que podem até mesmo ser os contaminadores (os vírus ou bactérias, mortos ou atenuados), agem dentro de nós produzindo anticorpos que irão combater as consequências dos micro-organismos prejudiciais à nossa saúde.

 

Do nascimento à velhice, descubra quais as vacinas indicadas para sua idade, de acordo com o guia de vacinação.

guia-de-vacinação

Calendário organizado controla e previne em qualquer idade. Foto: iStock, Getty Images

Vacinas recomendadas e obrigatórias na infância

 

Logo quando nascem, as crianças são submetidas a duas vacinas essenciais para seu desenvolvimento saudável: a BCG, que previne contra as formas mais agressivas da tuberculose, e a da Hepatite B, que evita a contaminação de um poderoso vírus que ataca o fígado.

 

Aos dois meses de vida, estão previstas as primeiras doses das vacinas contra a poliomielite (que previne a paralisia infantil), a tetravalente (que protegem contra a difteria, o tétano, a coqueluche, a meningite e outras infecções), outra dose contra a Hepatite B e a de prevenção ao rotavírus (que causa diarreia).

 

Também são aplicadas nessa fase as vacinas contra pneumonias pneumocócicas e sinusites, chamada de Pneumocócica 10-valente, e a vacina antimeningococo (contra a meningite). Quando chega aos nove meses, a criança é vacinada contra a febre amarela.

 

Ao atingir o primeiro ano de vida, a vacina tríplice viral é administrada. No guia de vacinação, ela é composta de outras doses, que podem ser tomadas em outros momentos, prevenindo sarampo, caxumba e rubéola.

 

Aos 15 meses e 6 anos, é hora de novas doses das vacinas contra poliomielite, a DTP (difteria, tétano e coqueluche) e a tríplice viral.

 

Adolescente e adultos

 

Na fase adulta, são aplicadas as vacinas: dupla adulta, que tem um reforço a cada 10 anos e previne contra a difteria e o tétano, e a tríplice viral.

 

Também estão previstas, segundo o guia de vacinação, as vacinas contra a febre tifoide e o cólera, para hepatite A e influenza (anti-gripe), a da varicela (que previne a catapora) e a do HPV, que é aplicada em mulheres de 9 a 26 anos, protegendo contra infecções do papilomavírus humano, causador do câncer de colo do útero.

 

Guia de vacinação também contempla os idosos

 

As pessoas com mais de 60 anos também contempladas no guia de vacinação. Anualmente, é feita a campanha de vacinação contra a gripe e o principal público são os idosos. A vacina contra a Influenza protege contra a doença que atinge com frequência os mais velhos, causando febre e podendo abrir portas para outros tipos de problemas, como a pneumonia.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]