Guia do Câncer > Uncategorized

Colocar silicone pode causar câncer?

Por Claudia Mercier 20/03/2015

O alerta das autoridades francesas sobre o surgimento de um novo tipo de câncer em mulheres com prótese de silicone nos seios, reacendeu a discussão sobre o assunto. Segundo dados da International Society of Aesthetic Plastic Surgery (Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética), o Brasil é o país que mais realizou cirurgias plásticas em 2013, ficando à frente dos Estados Unidos. Foram realizados no país  1.491.721  procedimentos. A colocação de prótese mamária lidera o ranking.

 

Novas pesquisas estão sendo feitas e o governo francês estuda a possível proibição do procedimento no país. A declaração deve ser feita na próxima semana. Enquanto isso, muitas são as dúvidas dos pacientes e de mulheres que desejam colocar silicone nos seios. O Doutíssima convidou o cirurgião plástico e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) dr. Henrique Pontes Ferraz para esclarecer algumas dúvidas.

 

colocar silicone1

França alerta sobre novo tipo de câncer ligado à prótese de silicone. Foto: Shutterstock

Colocar silicone X Câncer

 

– Pode existir alguma ligação entre o material utilizado na prótese de silicone e o surgimento do linfoma?

O linfoma relacionado à prótese mamária é o “Linfoma Anaplasico de Grandes Células T”, e tem sido descrito aos diferentes tipos de implantes mamários (de gel coesivo ou salinos). Sua relação causa-efeito com as próteses mamárias ainda não está completamente elucidada. Mas trata-se de uma patologia extremamente rara. Até o momento, há menos de 50 casos documentados em todo o mundo, sendo que a grande maioria dos casos apresenta-se em estágios iniciais, com curso muito indolente.

 

– Quais critérios adotados na hora de escolher o laboratório que irá fornecer as próteses de silicone?
Para escolher o laboratório que fornecerá as próteses de silicone, em geral, nos baseamos em dois itens principais: 1- confiabilidade do laboratório – o importante é escolher marcas já consagradas no mercado e com anos de mercado, e que sabemos que investem em evolução do seu material. 2- experiência pessoal – cada cirurgião plástico tem uma ou algumas marcas com que trabalha mais e se sente mais seguro na sua indicação.

 

– O fabricante Allergan, que foi associada ao possível desenvolvimento de linfomas, é muito utilizada pelos cirurgiões brasileiros?
Juntamente com a Silimed e a Mentor, a Allergan está entre as marcas mais utilizadas pelos cirurgiões plásticos brasileiros.

 

– Qual a orientação para as mulheres que colocaram prótese desse laboratório?
As mesmas orientações para aquelas que colocaram próteses de outros laboratórios: fazer um acompanhamento regular com seu cirurgião plástico. O acompanhamento com mastologista é igual para as mulheres sem próteses também. A prótese mamária não impossibilita a realização do autoexame das mamas, tampouco da mamografia e outros exames de imagem.

 

colocar silicone

Certifique-se de que o seu médico é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Shutterstock

– As pacientes que estão com cirurgias agendas podem ficar tranquilas?
Sim. A cirurgia de mamoplastia de aumento com próteses é uma cirurgia relativamente segura. Assim como qualquer procedimento cirúrgico, tem seus riscos que devem ser avaliados no pré-operatório com exames médicos e risco cirúrgico. Quanto ao risco de desenvolver câncer relacionado ao implante não há motivos para alarde, visto a raridade da patologia e seu caráter pouco agressivo.

 

– Quais cuidados o paciente deve ter na hora de escolher um cirurgião plástico?
Muito importante ela saber se o cirurgião plástico faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), pois é uma garantia que seu médico cursou corretamente sua especialização e foi aprovado em uma prova para testar seus conhecimentos em cirurgia plástica.

 

O que temos visto é que muitos pacientes se arriscam nas mãos de outros profissionais e os resultados podem não ser como o esperado. Muitas vezes o ditado de que “o barato sai caro” se concretiza. Nossa saúde é nosso bem mais valioso, cuidemos dela!

 

drhenrique

 

– Quais são os riscos desse tipo de cirurgia?
Temos os riscos comuns a qualquer tipo de cirurgia, como sangramentos, equimoses, seroma, infecção de ferida operatória, entre outros, como os riscos mais específicos desse tipo de cirurgia, como a contratura capsular e a diminuição da sensibilidade das mamas.

 

– Esse tipo de cirurgia é a mais procurada no seu consultório?
As cirurgias mais procuradas atualmente são: lipoaspiracão, mamoplastia, abdominoplastia e rinoplastia. Cirurgias como lifting facial e blefaroplastia (cirurgia das pálpebras) também são muito populares no Brasil. E uma cirurgia que vem crescendo muito no país, sobretudo aqui no Rio de Janeiro, é a Gluteoplastia. Importante ressaltar também que homens, antes tão incomuns em nossos consultórios, estão cada vez mais presentes.

 

Esclarecimento da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

 

Em nota, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica transmitiu aos sócios, “informações oficiais do Ministério da Saúde e parecer técnico científico do Instituto Nacional do Câncer, ambos do Governo Francês, esclarecendo que permanecem as orientações de não alarmismo, mantendo-se rotinas médicas de acompanhamento dos pacientes, com exames de imagem da região mamária, de acordo com avaliação profissional”.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros