[the_ad_group id="16401"]
Bem-Estar > Qualidade de vida

Vantagens e desvantagens de ser um freelancer

Por Redação Fortíssima 22/07/2016

A atuação como freelancer é uma alternativa cada vez mais comum no mercado de trabalho. Não existe chefe ou horário, basta realizar as atividades propostas. Porém, nem tudo é tão perfeito assim e é preciso ter cuidado para que a prática não traga prejuízos para a saúde.

Como ser um freelancer

Freelancer é o profissional que realiza um trabalho para uma empresa sem a necessidade de um vínculo empregatício. Os trabalhos costumam ser home office (em casa), o que gera uma série de liberdades. Trabalhar no horário que for mais conveniente ou até mesmo ficar de pijama o dia inteiro, se assim desejar são algumas delas.

Devido a ausência da carteira assinada, no entanto, o funcionário freelancer não possui os benefícios da Previdência Social, como salário-maternidade, aposentadoria, auxílio-doença e outros. nesse caso, uma alternativa é criar um registro de Microempreendedor Individual (MEI), que consegue reunir algumas vantagens.

Freelancer

Trabalhar no horário que quiser é um dos benefícios do freelancer. Foto: iStock, Getty Images

Dicas para ser um bom freelancer

Seja organizado

Uma vez que não existe a presença do chefe cobrando pelo trabalho e nem a exigência para cumprir os horários, não é incomum acabar se atrapalhando. É preciso se policiar, não perder tempo com coisas desnecessárias e manter o foco. Trabalhar em casa é confortável, mas também pode tirar sua concentração.

Monte um portfólio

Assim que for realizando os seus trabalhos, separe os melhores para montar um portfólio. Ter material de qualidade para apresentar a possíveis clientes facilitará a sua contratação.

Não se acomode

Esteja sempre em busca de conhecimento. Não se acomode com a sua atual posição. Estar atualizado na sua área de atuação pode trazer novos trabalhos e oportunidades.

Desvantagens de ser um freelancer

Mas claro que nem só de benefícios vive o freelancer. O excesso de trabalho e a dificuldade em dizer não e recusar algumas ofertas podem levar ao estresse. A pessoa acaba querendo sempre trabalhar mais e acaba esquecendo de relaxar.

Muitos também confundem o período de trabalho com o de lazer, uma vez que ambos momentos podem acontecer dentro da casa. A falta de contato pessoal também é outro problema. É comum que tudo aconteça por e-mail ou telefone, sem ninguém por perto. Isso pode trazer problemas para a vida social.

Ou seja, para trabalhar como um freelancer é preciso ter disciplina e bastante foco. Os benefícios são muitos, mas é preciso saber lidar com eles e não deixar que se tornem inconvenientes.

E você, gostaria de trabalhar como freelancer? Conte para a gente!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]