frase-sobre-beijo-4

Em cada beijo de língua um casal troca aproximadamente 250 bactérias que habitam a boca normalmente em estado de equilíbrio junto com a saliva. Muitas destas bactérias são necessárias ao processo de digestão. A maioria das doenças transmitidas pelo beijo deve-se ao contato mucosa/ mucosa e mucosa/ sangue. Portanto não só as DSTs (como por exemplo a herpes), mas também toda e qualquer doença sistêmica em que, durante o beijo, ocorra lacerão e sangramento.


Na ausência de doenças o beijo é saudável e recomendável, fazendo aumentar o nível de serotonina e produzindo uma sensação agradável de prazer, além de ter forte apelo erótico.

A doença do beijo

Mais conhecida como doença do beijo, o nome  mononucleose ainda é pouco difundido, porém mais comum do que muita gente imagina.

Sintomas bastantes semelhantes a virose fazem com que esta patologia passe desapercebida de sua gravidade. Podendo ser pouco sintomática a maioria das pessoas não procura o médico para tratamento.

Esta doença viral é transmitida pela saliva e não especificamente pelo beijo de língua , pois ocorre também pelas mucosas. Um beijo no olho, o compartilhar de talheres ou de copos já é o suficiente para o contágio. Febre, aumento dos gânglios (principalmente na garganta), dor de garganta , cansaço e fraqueza podem significar  o contágio pelo vírus. O período para o desaparecimento dos sintomas varia entre 2 a 4 semanas , sendo que o cansaço é o último a ceder.

Não existe tratamento nem tampouco remédios específicos para a cura, sendo considerada uma doença autolimitada  (a doença acaba sendo controlada pelo próprio organismo). Como prevenção deve-se evitar locais de grandes concentrações de pessoas para festas (carnaval, micaretas), onde ocorrem situações em que os beijos são mais frequentes. Mesmo pessoas assintomáticas  ou que já diagnosticaram a doença , ainda transmitem o vírus. Mas não desanime, não será  por isto que o beijo devera ser evitado, pelo contrário , o beijo deve ser  valorizado e usado como instrumento de comunicação quando existe afetividade e objetivos entre os pares.