Clínica Geral > Saúde

Conheça os principais sintomas da desidratação

Por Camila Luz 08/12/2017

A desidratação é uma condição que pode prejudicar muito a saúde, causando cansaço, pele seca, infecções urinárias, dores de cabeça e até mesmo a morte. Entre 55% e 57% do corpo humano é feito de água. Portanto, manter-se hidratado é uma necessidade.

Durante o dia a dia, muita gente simplesmente esquece de beber água. Mas a rotina corrida não pode ser uma desculpa para deixar de se hidratar. Em épocas de seca prolongada, a atenção à hidratação deve ser redobrada. Uma boa ideia é comprar uma garrafinha, mantê-la abastecida e levá-la para todo lugar. Além disso, é possível utilizar aplicativos que lembram de tomar água, como o Waterbalance e o Beba Água.

Se você não se hidrata da forma adequada porque simplesmente não gosta de água, tente dar mais sabor colocando rodelas de limão, laranja ou hortelã em uma jarra. Outra opção é beber mais chás ou sucos.

Mas como saber que estamos precisando tomar mais água? É só conhecer os sinais que o corpo dá.

Como identificar a desidratação

Boca, pele e olhos secos

Boca rachada, olhos vermelhos e irritados e pele seca são sinais de que é preciso beber mais água. Diante desses sintomas, há quem invista em colírios, loções e protetores bucais. Mas sem resolver a desidratação, não haverá melhora.

Pele pouco elástica

Pele pouco elástica é um dos sintomas menos incômodos da desidratação. Portanto, antes de desenvolver sinais mais graves, faça o teste: puxe a pele da sua mão com dois dedos e veja se ela volta rapidamente para a posição original. Se demorar, você pode estar desidratado.

Dores de cabeça

O cérebro é protegido por uma camada de água. Quando a pessoa está desidrata, essa água é reduzida e o órgão pode se mover mais, pressionando certas partes do crânio. Como consequência, o indivíduo pode sentir dores de cabeça incômodas, como se estivesse pulsando. De novo, pode ser a desidratação.

Cãibras musculares

As cãibras musculares causadas pela desidratação tendem a aparecer após exercícios leves ou durante a noite. Quando o nível de água está baixo, o corpo automaticamente direciona o líquido para o cérebro, sistema circulatório e órgãos. Portanto, os nervos e músculos são os primeiros a ficarem sem o líquido, tornando-se extremamente sensíveis.

Mau hálito

Pode parecer estranho, mas o mau hálito é um sinal de desidratação. A saliva tem propriedade antibactericida. Quando o corpo está desidratado, produz pouca saliva, fazendo com que as bactérias na boca se reproduzam rapidamente e deixem um mau cheiro na boca.

Febre

A febre aparece quando a desidratação está em um nível mais grave. Quando isso acontece, é preciso procurar um médico imediatamente.

Desejos alimentares

Quando o organismo está desidratado, os órgãos e nutrientes não utilizam a pouca água disponível para liberar glicogênios e outros componentes da reserva de energia. A prioridade é manter o corpo funcionando. A resposta é um desejo por comida, principalmente os doces, pois contêm índices mais altos de glicogênio.

Urina escura

Urina escura, em um tom forte de alaranjado, pode ser sinal e desidratação. Fique atento a isso.


Sites parceiros