[the_ad_group id="16403"]
Nutrição

Aprenda a usar a farinha integral no seu dia a dia

Por Redação Doutíssima 18/01/2014

Corbis-42-27610619-300x451

Nossa geração está tão acostumada com farinha branca, que quando falamos em farinha, pães, arroz, massas, dificilmente pensamos em farinha integral. No entanto, isso é algo que está ainda modificando. A farinha branca é formada por carboidratos refinados, também chamados como carboidratos ruins, pois que não possuem fibras, que são importantes para a nossa saúde. A falta de fibras em nossa alimentação diária, ocasiona o aumento de peso e a constipação intestinal, duas situações bem comum na atual população. Outras consequências do consumo da farinha branca é o aumento do triglicerídeos e da glicose.

Por sua vez a farinha integral mantém as estruturas do grão de trigo, mantendo mais fibras, proteínas e  vitaminas em sua composição. Desta maneira, os alimentos feitos com farinha integral são digeridos mais lentamente por nosso organismo, o que nos leva a se sentir saciados por mais tempo, isso ocorrem por causa da quantidade de fibras. Por sua vez, quando ingerimos a farinha branca, ela proporciona a liberação rápida de açúcar em nosso corpo, desta maneira eleva o nível de açúcar, apesar de fazer com que sentimos energizados, rapidamente é consumido pelo nosso organismo, fazendo com que fiquemos com fome.

O que nos oferece as farinhas integrais?

imgHandler.ashx_44

A farinha de grão de trigo ou farinha de grão inteiro, tem um gosto diferente , mais concentrado e natural. Também proporciona vitaminas, proteínas e sais minerais. Ela é mais nutritiva do que a refinada, pois não tem processo de branqueamento químico, razão pela qual a sua cor é marrom, como grãos que a compõem.

Possuem macronutrientes, gérmen de trigo, tais como a proteína e fibra. Ao consumir grãos integrais seu corpo vai receber selênio, ferro e cálcio.

Apesar de mais calórica devido à presença de proteína e ácidos graxos, a farinha integral possui uma grande quantidade de fibras, ajudando no emagrecimento.

Hoje há uma variedade enorme de pães, bolachas, pizzas, e outras coisas, feitas com a farinha integral. Isso depende muito do gosto de cada um, para ver qual que lhe agrade melhor ao seu paladar, no entanto se quiser colocar a farinha integral e não tem muita familiaridade com ele, faça um seguinte:

Toda mudança deve ser feito de forma gradual, sendo assim introduza a farinha integral aos poucos em sua alimentação, assim você pode ir acostumando aos poucos com a diferença de gosto.

Confira alguns tipos de farinhas que são ótimos para a saúde:

Farinha de arroz – Não contém glute e rica em vitamina do complexo B

Farinha de cevada – rica em ácido fólico.

Farinha de centeio – rica em potássio, magnésio, proteínas, fibra e cálcio.

Farinha de milho – importante na prevenção da osteoporose, pois possui cálcio e magnésio.


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]