[the_ad_group id="16401"]
Dica do Nutricionista

IBGE: seis a cada dez adultos estão com sobrepeso no Brasil

Por Redação Doutíssima 27/04/2014

Uma pesquisa desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), trouxe para a sociedade dados preocupantes. O sobrepeso que atinge grande parte da população brasileira e o número de obesos aumentaram nos últimos anos.

Em sua terceira edição, a Pesquisa Nacional da Saúde (PNS) avaliou o cenário da saúde dos brasileiros como um todo. Além dos dados sobre o peso, também foram analisados dados específicos que envolvem o bem-estar de homens, mulheres, crianças e idosos.

sobrepeso

A alimentação inadequada no dia a dia e o sedentarismo favorecem o aumento de peso corporal. Foto: iStock

 

Sobrepeso atinge seis a cada dez adultos

A cada nova edição da pesquisa, a briga dos brasileiros com a balança parece aumentar. Ao todo, a PNS indica que 56,9% da população com mais de 20 anos apresenta sobrepeso. Em 2003, o índice era de apenas 42,3%.

Já a obesidade, cenário ainda mais arriscado para a saúde, atinge um quinto da população maior de 18 anos. O percentual é mais alto nas mulheres, que somam 24,4% do total de habitantes obesos no país. Entre os homens, a taxa é de 16,8%.

Além de preocupação com o peso extra, o acúmulo de gordura abdominal, fator preocupante para a saúde, também é mais frequente em mulheres. Já os homens são prevalentes na pressão alta, problema que atinge 22,3% dos brasileiros.

Perigos do sobrepeso para a saúde

Sobrepeso e obesidade aumentam os riscos de doenças crônicas como diabetes, além de problemas cardíacos, pressão e colesterol altos, derrames, problemas na vesícula, problemas respiratórios, osteoartrite, alguns tipos de câncer e problemas mentais como depressão e ansiedade.

Para saber se uma pessoa tem sobrepeso, é utilizado um cálculo padrão para identificar o Índice de Massa Corporal (IMC). A fórmula é peso (em quilos) dividido pela altura (em centímetros) ao quadrado.

Por exemplo, uma pessoa de 80kg com 170 centímetros de altura tem IMC igual a 27,7, que indica que o peso está acima do ideal. Resultados até 24,9 são considerados normais. Acima de 25 indica sobrepeso e acima de 30 o índice aponta obesidade. Resultados abaixo de 18,5 são considerados abaixo do peso ideal.

Apesar do cálculo dar uma boa referência para a situação de saúde, uma avaliação mais completa deve ser feita. O IMC não leva em conta quanto do peso final representa massa gorda ou massa magra. Um percentual de gordura muito alto, mesmo com peso normal, também é prejudicial para a saúde e pode acarretar nas mesmas doenças mencionadas acima.

Como manter a saúde e o peso em dia

A fórmula para evitar o peso elevado e manter a saúde em dia é simples: alimentação saudável, exercícios e pouco estresse. Comer alimentos frescos, cereais integrais e pouca gordura garante que o organismo não fique sobrecarregado. Evitar alimentos industrializados e processados também contribui para o equilíbrio alimentar.

Mexer o corpo deve fazer parte da sua rotina. A Organização Mundial da Saúde recomenda 150 minutos de exercícios moderados por semana. Pode parecer muito, mas dividido entre os dias da semana, são apenas 30 minutos por vez. A atividade ainda promove o bem-estar e reduz o estresse.

Se você procura estar com a saúde em dia, consulte um médico. Nutricionistas e profissionais da área de Educação Física também podem contribuir, planejando uma alimentação saudável e rotina de exercícios que se adaptem ao seu dia a dia.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]