[the_ad_group id="16401"]
Especialidades

Prevenção do hpv: você sabe como se prevenir contra o vírus do hpv? Saiba quais precauções tomar para evitar a contaminação

Por Redação Doutíssima 21/06/2014

O HPV é uma doença sexualmente transmissível (DST) causada pelo Papilomavírus humano. A doença engloba cerca de 100 vírus diferentes e pode ter consequências sérias, como câncer, principalmente no colo do útero e do ânus. Por estes motivos, a prevenção do hpv tem que ser levada a sério.

prevenção do hpv

No entanto, a sua infecção é muito comum e nem sempre resulta em câncer. A infecção que atinge principalmente jovens e até 25 anos, contamina cerca de 65% das mulheres no mundo todo através da primeira relação sexual. Mas 90% das mulheres conseguem anular o vírus em cerca de até dois anos.

O principal sintoma do hpv é o aparecimento de verrugas na boca, garganta e na região vaginal ( vulva, ânus, colo do útero). Quando as lesões precedem o surgimento de câncer do colo do útero ou do ânus, elas podem ser perigosas. E se não estiverem associadas ao surgimento de tumores malignos, seu surgimento é de baixo risco.

No homem, os sintomas surgem na cabeça do pênis e na região do ânus. Na mulher, os sintomas mais comuns do HPV surgem na vagina, vulva, região do ânus e colo do útero. Mas tanto o homem quanto a mulher podem ter contraído o vírus sem apresentar sintomas. Por isso as consultas devem estar em dia com o ginecologista e ficar de olho nas maneiras de prevenção do hpv.

Dicas de prevenção do hpv

A transmissão do vírus se dá por contato sexual, inclusive pelo sexo oral. Como a doença muita avezes não apresenta sintomas, a melhor maneira de prevenção do hpv é o uso da camisinha.

Para as futuras mamães que possuem o hpv e tenham lesões genitais ativa, o parto normal não é recomendado como medida de prevenção do hpv no recém-nascido.

Os exames ginecológicos, como o exame preventivo Papanicolau , conseguem diagnosticar alterações precoces no colo do útero e por isso devem ser realizados rotineiramente por todas as mulheres com a vida sexual ativa.

prevenção do hpv

Outra forma de prevenção do hpv é através de vacinas. No Brasil há duas vacinas disponíveis na rede pública de saúde. Uma delas previne contra os tipos 16 e 18, presentes em 70% dos casos de câncer de colo do útero e a outra contra os tipos 6 e 11, que estão em 90% dos casos de verrugas.

Segundo a ginecologista Rosa Maria Neme, “A vacina funciona estimulando a produção de anticorpos específicos para cada tipo de HPV. A proteção contra a infecção vai depender da quantidade de anticorpos produzidos pelo indivíduo vacinado, a presença destes anticorpos no local da infecção e a sua persistência durante um longo período de tempo. A vacina pode ser tomada no Brasil e é administrada em 3 doses, com 1, 2 e 6 meses”.

Saiba mais:

Vacina para HPV começa a ser fornecida na próxima semana

Entenda a relação entre o câncer de colo de útero e o HPV

Saiba como funciona a vacina contra HPV

Vacina contra HPV: eficácia comprovada!

Em marcha em Copacabana, manifestantes pedem vacinação contra o HPV

Pesquisa mostra que mulher desconhece relação entre câncer do colo do útero e HPV

Saiba reconhecer os sintomas das dsts e como evitar a contaminação

 

 

 

 


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]