[the_ad_group id="16403"]
Especialidades > Medicamentos > Métodos Contraceptivos

Homens tomando pílula? Conheça o anticoncepcional masculino: será que funciona?

Por Redação Doutíssima 19/03/2014

Você já parou para pensar que é sempre a mulher quem deve se preocupar com os métodos anticoncepcionais? Se você é mulher, certamente já deve ter pensado como isso é injusto, dizendo para você mesma a velha e boa frase “por que ninguém inventa um anticoncepcional masculino?”. A novidade é que agora eles existem! E podem ser feitos em forma de injeção ou pílula.

 anticoncepcional masculino

 

A nova “pílula masculina”

 

Em Melbourne, na Austrália, pesquisadores avançaram recentemente na criação de uma “pílula masculina”, que impede que o homem engravide sua parceira. Os cientistas australianos descobriram como interromper o anticoncepcional masculinocamundongos acaba ficando “armazenado” durante a relação sexual. O estudo foi publicado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences.

Na verdade, esta não é a primeira vez que cientistas tentam desenvolver um anticoncepcional masculino. Porém, de acordo com os cientistas australianos responsáveis por este ultimo estudo, os resultados sempre vinham acompanhados de efeitos colaterais, como a indução à infertilidade, diminuição do apetite sexual ou ainda alterações irreversíveis na produção de esperma. A equipe de pesquisadores da Universidade de Monash, coordenada por Sabatino Ventura, defende a possibilidade de um anticoncepcional masculino seguro, não hormonal e reversível. A pílula atua deletando geneticamente duas proteínas presentes no esperma (alfa1A-adrenérgico e P2X1-purinoceptor), o que impede a liberação dos espermatozoides durante a relação sexual.

A remoção das proteínas em ratos geneticamente modificados resultou em animais machos que estavam completamente estéreis, mas continuavam a acasalar normalmente. “Isto resolve talvez o maior obstáculo na busca de um anticoncepcional masculino socialmente aceitável”, declararam os pesquisadores australianos. Os camundongos não sofreram absolutamente nenhum efeito colateral e continuaram a ter proles normais apos a interrupção do contraceptivo.

 

Anticoncepcional masculino injetável

 

Além da pilula anticoncepcional masculina, existe também um anticoncepcional masculino em forma de injeção. Ela deve ser tomada todos os meses pelo homem, e sua eficiência é a mesma da pílula anticoncepcional ou do preservativo. O medicamento injetado atua no organismo da seguinte forma: ele impede que a produção dos espermatozoides durante um tempo determinado, o que impossibilita a gravidez.

O homem que desejar seguir este tratamento anticoncepcional deve tomar uma injeção por mês, todos os meses, para que o bloqueio ou interrupção da produção de espermatozoides ocorra de forma efetiva. Segundo alguns estudos realizados sobre esta injeção, a produção de espermatozoides retoma sua atividade normal em um prazo de 6 meses depois da interrupção das injeções anticoncepcionais.

 

Confira o vídeo a seguir falando um pouco mais sobre o anticoncepcional masculino:

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

Como saber o período fértil de quem toma anticoncepcional?

É possível engravidar tomando anticoncepcional?

10 Segredos do contraceptivo oral: revelados!

Adesivo contraceptivo: como funciona

Métodos contraceptivos: qual escolher?

Qual o momento certo de parar de usar a camisinha com o seu parceiro(a)?

Novo contraceptivo de nanofibras promete revolucionar proteção sexual


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]