[the_ad_group id="16403"]
Tabagismo

Você quer parar de fumar? Então use o seu smartphone agora!

Por Redação Doutíssima 15/07/2014

Problema que atinge mais de 1,3 bilhão de pessoas em todo o mundo acaba de ganhar mais um inimigo muito forte. Saiba como aplicativos para aparelhos móveis podem, ajudar você a parar de fumar

 

parar de fumar

 

Quer parar de fumar?

 

Ninguém duvida das informações que colocam o cigarro como o principal causador de diversas doenças, como o câncer, enfisema pulmonar de problemas cardiovasculares. Mas todos nós sabemos também que não é tão fácil assim parar de fumar de uma maneira definitiva, devido ao potencial viciante altamente elevado da nicotina. Atualmente, cerca de 1,3 bilhão de pessoas fumam em todo o mundo, o que acaba levando à morte por consequência do consumo de tabaco aproximadamente 4,9 milhões de pessoas por ano segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Todos os dias são apresentados em propagandas e indicados pelos médicos diversos produtos que têm como objetivo de levar o fumante deixar o cigarro de vez. Os resultados são sempre os mesmos: funciona para algumas pessoas, mas para outras não. Em alguns casos, os poucos dias de abstinência do fumo podem até significar um retorno muito mais voraz ao vício.

O que muita gente ainda não sabe é que a principal ferramenta para acabar de vez com este vício pode estar no seu bolso há muito tempo: o seu smartphone. Estão surgindo a cada dia diversos aplicativos que podem auxiliar nesta missão tão difícil. Entre as mais populares aplicações móveis com este objetivo está o Livestrong MyQuit Coach, para aparelhos Apple, além do Quit It Lite, My Last Cigarette, e o QuitNow!, que é o mais utilizado no sistema operacional Android.

 

Mas como ele me ajuda a parar de fumar?

 

É claro que um aplicativo não vai tirar o cigarro da sua boca ou mesmo ficar enviando mensagens para lembrar você de que isso faz mal, mesmo porque muita gente já deve ter feito isso com você e não adiantou (além de quase criar inimizade, não é mesmo?!). O que estas ferramentas trazem de diferencial é ajudar você a traçar um plano de redução, que você poderá seguir até parar definitivamente.

O fumante pode interagir com o aplicativo, inserindo a quantidade de cigarros que ele fuma por dia, podendo traçar metas mais realistas de como irá diminuir. Algumas destas aplicações apresentam uma média da quantidade de nicotina que você inseriu, além de dizer também quanto de dinheiro você está economizando ao reduzir o consumo. Outras ferramentas, ainda que não façam tudo isso ajuda de outra forma, sejam com jogos divertidos sobre o tema ou mesmo te dando motivos pelos quais você deve parar de fumar, como mostrando fotos da família, dos filhos, etc.

O mais importante é que você encontre um aplicativo para o seu smartphone que se adapte melhor à sua situação ou mesmo sua necessidade de parar de fumar. Cada um será incentivado por motivos diferentes, por isso não é possível afirmar que uma aplicação que funcionou com um usuário funcionará também para você.

De acordo com especialistas, a diferença entre uma orientação feita pessoalmente por um médico, psicólogo ou outra pessoa para o aplicativo é que na hora em que o fumante mais precisa certamente eles não estarão presentes, ao contrário do smartphone.

Além disso, outro ponto positivo dos aplicativos é que eles possuem uma característica de comunidade, o que permite ao usuário se conectar com outras pessoas que estão lutando pelo mesmo objetivo. É como participar de grupos de ajuda mútua como tabagistas anônimos, mas sem a necessidade de alterar sua rotina para participar das reuniões.

Como este é um problema que prejudica pessoas em todo o mundo, pode-se vislumbrar um mercado crescente de aplicativos móveis para parar de fumar. É possível dizer que, cada vez mais, o smartphone será a ferramenta mais usada contra o tabaco e outros vícios. Isso irá possibilitar a criação de uma variedade maior de aplicações, o que irá ampliar o leque de possibilidades para os fumantes.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

O uso de cigarro eletrônico pode estar impulsionando a luta contra o tabagismo

Saiba mais sobre os cigarros eletrônicos, super em alta na França

Cigarro te deixa feio: Atenção aos perigos do tabaco para o seu corpo

Restrição de propaganda de cigarro levou 33% dos brasileiros a deixarem de fumar, diz pesquisa

Os perigos do cigarro durante a gravidez

Parar de fumar 10 dicas importantes para parar de fumar


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]