Tabagismo

DPOC: conheça a doença crônica que tem origem no tabagismo

Por Redação Doutíssima 30/10/2014

A DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) é uma doença que está inteiramente ligada ao uso do cigarro. Sem o tratamento adequado, o problema pode ter consequências graves e impactar na qualidade de vida de quem sofre deste mal.

dpoc

Vício em cigarro pode provocar doença que atinge os pulmões. Foto: iStock, Getty Images

Na verdade, não é uma única doença: a DPOC abrange um grupo de condições pulmonares que bloqueiam o fluxo de ar, dificultando a respiração. A doença normalmente é lenta, inicia com discreta falta de ar associada a atividades leves do dia a dia, como subir escada, correr ou praticar outras atividades físicas.

 

O problema é que, com o tempo, o fôlego acaba ficando cada vez mais curto. Quando a DPOC está em fase avançada, a falta de ar surge até mesmo quando a pessoa está em repouso. Dessa forma, a dispnéia se agrava nas atividades mais corriqueiras.

 

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde, a DPOC vai ser a terceira principal causa de morte em 2020, devido ao aumento no número de fumantes.

 

Quem é afetado pela DPOC?

 

A DPOC pode afetar pessoas de todas as idades – entretanto, normalmente vitima pessoas com mais de 40 anos. Quem sofre do mal possui falta de ar com frequência em qualquer atividade que desempenha.

 

Quando alguém desenvolve a DPOC grave, as complicações são maiores. Podem se desenvolver arritmias, o que faz com que seja necessário o uso de máquina de respiração. Outras consequências da doença são insuficiência cardíaca, pneumonia, perda de peso e osteoporose.

 

Quando respiramos, o ar entra nos pulmões através de dois tubos, chamados de brônquios. Os sacos de ar possuem paredes finas, cheias de vasos sanguíneos. Os pulmões contam com uma elasticidade natural dos brônquios, para forçar o ar para fora do corpo.

 

Por isso que o nosso peito infla quando inspiramos e desincha quando expiramos. A DPOC faz com que o pulmão perca essa elasticidade. Dessa forma, quando você expira, há pouco ar preso nos pulmões.

 

DPOC é causada pelo cigarro

 

A principal causa desse problema de saúde é o tabagismo. Isso acontece porque a fumaça do cigarro, quando inalada, leva a uma inflamação pulmonar, causando a obstrução dos brônquios.

 

Caso a pessoa pare de fumar antes de desenvolver a DPOC, é provável que não apresente os sintomas. Da mesma forma, se possuir a doença ao parar de fumar, é possível interromper a evolução do mal.

 

É por isso, que independentemente da idade, largar o cigarro é sempre um benefício à saúde. Os problemas pulmonares crescem justamente pelo tabagismo. O que acontece é que a DPOC vai se desenvolvendo aos poucos, e quando a pessoa se dá conta dos sintomas a doença já está em estado avançado.

 

Essa doença também pode atingir pessoas que nunca fumaram, mesmo que a chance disso acontecer seja bem menor. A DPOC pode se desenvolver em quem esteve exposto a substâncias tóxicas, gases, poluição, fumaça.

 

Todos esses fatores contribuem para causar inflamação nos pulmões, causando uma série de problemas respiratórios. Por isso, mesmo não fumando, se a pessoa estiver próxima as pessoas que fumam pode sofrer as consequências do cigarro.

 


Sites parceiros