Guia do Câncer

Câncer de mama em homens é raro. Conheça as principais causas

Por Redação Doutíssima 18/10/2014

Com a chegada Outubro Rosa, aumenta a conscientização em relação ao câncer de mama, uma das doenças que mais mata mulheres no mundo. Mas os estudos sobre a doença mostram que ela não é exclusividade feminina: existe, sim, a (rara) ocasião de câncer de mama em homens.

Doença pode, sim, atingir homens, mesmo que isso seja bastante incomum. Foto: iStock, Getty Images

Doença pode, sim, atingir homens, mesmo que isso seja bastante incomum. Foto: iStock, Getty Images

Detectar a patologia em pacientes do sexo masculino não é tarefa fácil. Afinal, este tipo de câncer é pouco visto em homens. Os sintomas são a existência de protuberâncias ou inchaços, geralmente indolores, além de pele ondulada ou enrugada, retração do mamilo e inchaços e vermelhidões na região atingida.

O que pode causar o câncer de mama em homens?

Ainda que a maioria dos casos de câncer de mama em homens seja desconhecida, alguns fatores de risco podem aumentar as chances surgimento da patologia. O principal deles são as alterações hormonais. Isso ocorre pois as células da mama normalmente crescem e se dividem em resposta aos hormônios femininos, como o estrogênio.

Quanto mais células se dividem, mais chances existem de acontecerem erros nas cópias do DNA. Estas alterações no DNA podem, eventualmente, levar ao desenvolvimento do câncer de mama em homens.

Além disso, pode-se destacar como causa de câncer de mama em homens as mutações genéticas.  Os pesquisadores fizeram grandes progressos na compreensão de como alterações no DNA podem tornar as células normais em cancerígenas. O DNA está presente em cada uma das células e contém as instruções genéticas para o seu funcionamento.

Os genes que aceleram a divisão celular são chamados oncogenes. Já os que retardam a divisão celular ou levam as células à morte são denominados genes supressores de tumor. Os cânceres podem ser causados pelas mutações no DNA que se transformam em oncogenes ou que desativam os genes supressores de tumor.

Risco hereditário no câncer de mama em homens

Condições hereditárias também podem aumentar o risco de desenvolver certos tipos de câncer e são responsáveis pela doença em algumas famílias. No entanto, o que se sabe é que a maioria das mutações do DNA relacionadas ao câncer de mama em homens não são hereditárias.

Entretanto, ainda não está claro o que causa essas mutações. Algumas mudanças podem ser o resultado da presença de substâncias cancerígenas no ambiente ou na dieta, mas os estudos em andamento ainda não conseguiram identificar quaisquer produtos químicos que sejam responsáveis por essas mutações nos homens.

Por isso, converse com o seu médico caso encontre algum sintoma suspeito para que – assim como já ocorre com muitas mulheres – o câncer de mama seja descoberto precocemente. Quanto mais cedo se descobre uma doença dessa gravidade, mais fácil é diminuir os riscos e evitar problemas maiores.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros